Personalidade

Como restaurar minha autoimagem?

Precisamos restaurar a autoimagem segundo aquilo que verdadeiramente somos

A pessoa fragilizada pela autoimagem sempre busca meios para se autoafirmar. As dores que vivenciamos, as experiências que se somam em nossa história, aquilo que escutamos, tudo isso se estabelece como realidade, contribuindo concretamente para sermos aquilo que somos e para concebermos a determinada visão que temos de nós mesmos.

Como restaurar minha autoimagem
Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

O ser humano não se resume a fatos isolados, ele é um composto de experiências, significados, ausências, presenças e formas. Isso nos leva a compreender que não somos nossos traumas nem as experiências negativas que nos marcaram, somos mais, somos “seres de possibilidades”, sempre capazes de superação e recomeço.

Existem inúmeras pessoas que cresceram e tiveram seu caráter e consciência formados em ambientes nos quais o amor era ausente e imperava a incompreensão; assim como há aquelas que cresceram sendo diminuídas e inferiorizadas por outros, escutando sempre palavras negativas a seu respeito, fazendo assim a terrível experiência de nunca serem acreditadas. Tal formação acaba por imprimir na pessoa uma imagem negativa a respeito de si, fazendo com que ela não consiga se amar, respeitar-se nem se valorizar. Pessoas que têm a autoimagem deturpada por uma falsa conceituação a respeito de si nunca se permitem amar e ser feliz, condenando-se a sempre se sentirem inferiores em tudo.

Restaurar a autoimagem pelo positivo

A pessoa fragilizada pela autoimagem negativa, inconscientemente, ativa sistemas próprios de autodefesa, buscando assim atacar para se defender e brigar para se autoafirmar; tudo isso por não compreender o próprio valor e riqueza. Quem entende o próprio sentido e valor não procura crescer diminuindo os outros, pois percebe que a riqueza de sua singularidade nunca será roubada nem ofuscada por outros talentos.
Precisamos restaurar a autoimagem segundo aquilo que verdadeiramente somos: criaturas profundamente amadas, criadas por amor e para amar.

Deus nos ama e acredita em nós. Precisamos, impulsionados por esse amor, desprender-nos das falsas concepções a respeito daquilo que somos. Precisamos acolher, com ternura, nossas fraquezas e valorizar nossas virtudes, acreditando que somos bons (capazes de bondade) e podemos amar.

Leia mais:
.: Perdoar é tomar a decisão de começar uma vida nova
.: Vença o medo diante das escolhas
.: A importância do perdão no processo de cura interior

Redirecione sua história

Libertemo-nos das mentiras que nos acorrentam e fazem com que acreditemos que não somos capazes de vencer, pois fomos criados para a vitória e para sermos (em Deus) felizes. Não sem dificuldades, é claro, mas somos sempre capazes de acertar por mais que tenhamos ouvido constantemente o contrário. Em nosso ser existe um imenso potencial para redirecionarmos nossa história e para alcançarmos novas realizações.

A vida sempre nos espera de braços abertos e cheia de novas possibilidades, basta termos a coragem de nos enxergarmos de maneira diferente, acreditando naquilo que somos e valorizando nosso ser. Assim, contemplando aquilo que somos  sob a ótica do amor de Deus–, construiremos novos e belos capítulos em nossa história. Coragem!

Padre Adriano Zandoná
Comunidade Canção Nova

Confira também:

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.