REFLita

Como olhar a outra pessoa com o coração?

Olhar a outra pessoa com o coração. Essa frase parece estranha, pois nós olhamos com os olhos e não com o coração. Estou utilizando essa expressão um tanto poética para dizer que o nosso olhar deve ter sempre uma fonte de julgamento: o coração. Isso porque sempre que olhamos para alguém, acontece, naturalmente, um julgamento, uma análise.

Vemos o seu exterior, a situação que se nos apresenta. Quantas vezes olhamos para uma pessoa, e a realidade dela, naquele momento, é reprovável ou triste! Outras vezes, olhamos a atitude errada de alguém e logo o julgamos e o condenamos somente com o olhar! Noutro momento, a situação é bela e grandiosa: alguém fazendo o bem, outra sendo generosa, e o aprovamos de imediato.

A reflexão que estou partilhando com você é esta: o julgamento que exprimo com meu olhar reflete a realidade interior que estou vivendo. A Bíblia diz que o olho é o espelho da alma. Por isso, muitas vezes, quando não estamos bem, quando nosso interior está machucado pelas agressões que a vida nos proporciona, quando perdemos o sentido para fazer algumas coisas ou estamos precisando ser amados, normalmente, vemos e julgamos de forma negativa as situações e as pessoas.

Como olhar a outra pessoa com o coração?

Foto ilustrativa: Wesley Almeida/cancaonova.com

Curar o próprio coração

Para olharmos o mundo com afeto, isto é, transformarmos esse olhar em um olhar positivo, precisamos curar o próprio coração. Muitos dão nome a isso de cura interior. Todos precisamos de cura interior. E esse é um processo que começa quando temos a coragem de apresentar a Deus as nossas feridas, fraquezas, pecados e imperfeições, também os sofrimentos que a vida nos proporcionou, as pessoas que nos feriram, e pedir que a força redentora da cruz de Cristo atinja tudo isso e restaure, com o Seu supremo Amor, os sentimentos do nosso coração. O passo seguinte é projetar em Jesus uma vida nova, uma nova chance de recomeço, deixando para o passado as situações dolorosas e depositando nos sofrimentos de Cristo, na cruz, os nossos sofrimentos e pecados, rancores e ressentimentos, mágoas e decepções.

Somente um coração curado poderá fazer com que você e eu possamos ver o mundo e as pessoas com um olhar generoso, capaz de obscurecer os erros e elevar as suas qualidades. Eu quero chamar isso de “olhar a pessoa com o coração”, mas com um coração renovado e curado.

Leia mais:
::Isolamento social é um ato de amor
::Como manter a saúde em tempos de quarentena?
::Acompanhe celebrações da Santa Missa!
::Playlists para você maratonar
::Oração do Escudo do Sagrado Coração contra pandemias e epidemias

Quem sabe você também não esteja precisando ter esse olhar? Então, a dica que eu deixo para você é: procure curar o seu coração, reze nesse sentido e peça a Jesus a sua cura interior, deixando toda a mágoa provocada pelas situações passadas depositadas no coração d’Ele, e abra-se para uma vida nova. Com certeza, o seu relacionamento com as pessoas com quem convive – seja esposa, seja esposo, namorado, filho, filha ou irmãos – será iluminado por uma nova luz, a luz do amor.

Deus o abençoe!

Diácono Paulo Lourenço, missionário da Comunidade Canção Nova

banner espiritualidade

comentários