As visitas de Deus

As visitas de Deus são os momentos de dor, de doença, de cruz. No entanto, quando estamos sofrendo é difícil aceitar a palavra de São Paulo aos Romanos: “Todas as coisas concorrem para o bem daqueles que amam a Deus” (Rom 8,28). Mas se a acolhermos em nosso coração, mesmo sem entendê-la, certamente colheremos os frutos no tempo oportuno.

Por exemplo, quando um amigo fala mal de nós, nos trai ou nos diz palavras duras, ficamos perplexos com a sua atitute, é quase impossível acreditar que aquilo possa ser para o nosso bem. Seria mais fácil detectar o mal e acabar com aquele relacionamento. Aquele que traiu, infelizmente, decidiu-se pelo caminho do mal e quem foi ferido precisa perdoar, optando pelo bem.

A vida comunitária tem me ensinado muito. Aprendi, depois de muito “quebrar a cara”, que há situações em que a melhor solução não é brigar, ofender ou dar o troco com a mesma moeda, mas ser amiga do tempo. Depois da ofensa sofrida, muitas vezes, temos de nos distanciar de quem cometeu tal ato, para saber se o amor sobreviverá à provação. Mas, enquanto estamos vivendo esse momento, a melhor coisa é perguntar ao Senhor: “Qual é o ensinamento que queres me dar com isso?”

No momento em que ouvimos palavras duras de um amigo, como humanos que somos, sentimos, ficamos magoados, mas precisamos perdoá-lo e tirar um bem desse mal aparente. Saímos ganhando quando um sofrimento nos leva a fazer uma revisão de vida, e também quando acolhemos esse momento como um tempo forte, uma visita de Deus. Padre Jonas Abib nos ensina: “Tempo forte, verdadeira visita de Deus, embora velada, são os momentos de dor, de doença, de cruz. Eles não podem ser deixados de lado. Eles precisam ser vistos na verdadeira perspectiva de fé: preciosas visitas de Deus”.

As visitas de Deus sempre serão para o nosso bem. Recentemente, cedi tempo e espaço para o Senhor me visitar, quando estava sofrendo uma decepção. Busquei confissão e direção espiritual para conseguir a graça do perdão. E também marquei com um sacerdote um dia de retiro pessoal, que foi uma verdadeira visita de Deus! Foi maravilhoso! Eu não imaginava que o Senhor iria me levar para “águas bem mais profundas”. Além de ter recebido a graça de perdoar as pessoas, que haviam me ferido, encontrei a minha verdade, e somente esta virtude nos libertará! Saí do retiro com propósitos concretos de mudanças em minha vida, como mulher de Deus, mãe, esposa, consagrada, missionária e amiga; e com muito mais energia para amar e ser amada… Foi uma preciosa visita de Deus!

Não deixe passar despercebidas as visitas de Deus em sua vida! Aproveite todos os momentos de cruz para acolhê-las como um tempo de graça em sua vida. Jesus quer visitar você e aliviar a sua dor.

Deus o abençoe!

comentários