Obrigado, Senhor!

Cada milésimo de segundo é um milagre de Deus em nossa vida. Nenhum tempo de
nossa história é ruim. Mesmo nos momentos mais difíceis da vida, o tempo concedido por Deus é uma bênção. Nas noites escuras, descobrimos a luz! Às vezes, dizemos que esta ou aquela época da nossa vida foi melhor ou pior. A verdade é que todas as épocas são boas. Pois, em todos os momentos, a mão de Deus está presente. Em todas as situações, a misericórdia divina nos sustenta. E quanto mais tomamos consciência desta graça, mais somos movidos e tocados no íntimo do nosso coração, para dizermos e cantarmos: “Obrigado, Senhor”!

A vida é um verdadeiro conjunto de mistério, milagre e graça. Pois, ao começarmos a observar a beleza e a perfeição da natureza humana é impressionante notar como Deus pensou em cada detalhe para criar a humanidade. Faz-nos bem contemplar a criação, sobretudo a do homem e da mulher. Observemos os sentidos, a corrente sangüínea, as juntas, os ossos, os nervos, os membros, os órgãos vitais; enfim, tudo é digno de admiração. E mais admirável ainda porque Deus ficou encantado com a obra d’Ele e “viu que tudo era muito bom” (Gen 1,31). Nós somos imagem e semelhança do Criador. E se Ele se admirou, nós também somos chamados à contemplação e à admiração da obra divina. E ao fazê-lo somos conduzidos ao respeito e ao cuidado. E esta imitação do Senhor nos impulsionará sempre à defesa da vida em toda e qualquer circunstância.

Nesta época de fim e começo de ano, é muito comum ouvirmos desejos e votos
de prosperidade e sucesso. Nós também os desejamos a muitas pessoas. É
muito bom ouvir e falar coisas boas e positivas. Isso faz um bem enorme para
todos. Mesmo porque, a fé nos leva a pensarmos sempre na vitória do bem sobre
o mal; da alegria sobre a tristeza; da esperança sobre o medo; enfim, da vida sobre a morte. Mas, é importante que os nossos desejos não parem por aqui, mas perdurem e permaneçam como lâmpadas a iluminar o nosso caminho.

Três colunas são fundamentais na vida de uma pessoa que deseja vencer: fé, sonho e dedicação. Todos precisamos cultivar algum sonho em nossas vidas. Quem sonha não anda nas nuvens, mas tem os pés bem fincados na realidade concreta e cheia de desafios apresentados pela vida. Quem sonha tem mais brilho nos olhos, não aquele tipo de sonho que a gente tem ao dormir. Pelo contrário, é preciso estar bem acordado e esperto para
sonhar com a razão e com o coração. O sonho profundo e verdadeiro se
transforma em um projeto, ou seja, num ideal de vida. E este vai sempre nos
motivando a viver com criatividade e muita fé. Pois não basta apenas se ter um sonho, um
projeto, um ideal. É imprescindível que tenhamos fé em Deus e acreditemos com
toda força que Ele vai nos ajudar a torná-lo realidade. Quando colocamos Deus em primeiro lugar, o sonho vai deixando de ser simplesmente um sonho. O Senhor abre as portas, coloca as pessoas certas em nosso caminho e nos dá sabedoria para falarmos na hora certa e com as pessoas certas. Por esta razão, além da fé e do sonho, precisamos também da dedicação. Pois, nada “cai do céu, de mão beijada”. Temos de sonhar, crer e suar a camisa em busca da realização de nossos sonhos.

Que neste novo ano de 2007, cada pessoa possa fazer uma íntima experiência
com o Senhor, entregando a vida nas mãos d’Ele. E esta entrega não significa deixar que Ele faça tudo. Lembremo-nos sempre das três colunas: fé, sonho e dedicação. Deus vai sempre fazer a parte d’Ele, e nós precisamos fazer a nossa, ou seja, ter um ideal, querer chegar a algum lugar, ter um objetivo na vida, se animar sempre, mesmo que surjam obstáculos. Aliás, estes amadurecem nossa fé e torna a vitória ainda mais valiosa. Fazer a nossa parte implica em ter fé, mesmo diante das pedras e espinhos ao longo de nossa jornada. Fazer a nossa parte significa ainda se esforçar ao máximo para que tudo aconteça da melhor maneira possível. Não podemos ser como “crianças mimadas”, que querem tudo na mão, sem esforço. O que vem fácil, vai embora mais fácil ainda. O que construímos
com muita fé, luta, empenho, suor e dedicação, aprendemos a valorizar, assim como a respeitar as vitórias dos outros.

A vida é um verdadeiro encanto. Poder viver, pensar, cantar, louvar, rezar,
escrever, conhecer pessoas, proclamar a Palavra de Deus, testemunhar o Amor de
Jesus e tantas outras coisas! Tudo é muito maravilhoso. Dentro deste contexto
de louvor e gratidão a Deus, até a cruz do dia-a-dia nos leva a agradecer. Visto que ao carregá-la, descobrimos os muitos “Cirineus” que o Senhor nos dá de presente. É preciso ter coragem para agradecer as provações. Mais do que ter coragem, é preciso ter fé para vermos em tudo a presença amorosa de Deus. Que a graça do Senhor aumente e faça prosperar a nossa fé, para que em todos os momentos, aconteça o que acontecer, juntos possamos dizer de coração aberto: “Obrigado, Senhor”!

Assim como celebramos o Natal com Jesus, que nós todos tenhamos e desejemos uns para os outros: Feliz Ano Novo com Jesus no coração e na vida! E que, com Jesus, aprendamos a tornar nossas vidas numa verdadeira ação de graças, num grande: “Obrigado, Senhor!”

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.