A minha parte no milagre

Muitas vezes, acreditamos que o milagre se manifesta quando estamos desesperados, que essa é a hora de Deus agir em nossa vida. Assim, pensamos que a matéria-prima do milagre é o desespero. Mas é exatamente o contrário, pois é a fidelidade comprovada que produz a esperança. Então, se perdermos a esperança, as chances de experimentarmos o milagre diminuem. Quando abrimos o coração e a vida para a possibilidade do novo de Deus, é que ele acontece.
Apenas o Senhor pode todas as coisas. O milagre é a ação de Deus na nossa vida, mas necessita da nossa colaboração para ocorrer, por menor que ela seja. Acreditamos que o milagre depende exclusivamente de Deus, então, sentamos e deixamos tudo nas mãos d’Ele. Pensamos que o Senhor faz tudo sozinho. Precisamos realizar a nossa parte para que o Senhor possa agir em nós, em nossa casa e família.

No Novo Testamento, a palavra ‘milagre’ aparece 55 vezes, sendo que 35 delas estão nos quatro livros do Evangelho, na narração da vida de Jesus Cristo.
A passagem do Evangelho que narra as Bodas de Caná (Jo 2, 1-25) é muito conhecida, pois é quando Jesus realiza o milagre de transformar a água em vinho, mas alguns detalhes nos passam despercebidos.

É interessante observarmos que naquele tempo não havia água encanada, por isso ela era pega em poços que ficavam a cerca de um quilômetro das casas. No milagre, foram utilizadas seis talhas, cada uma com capacidade para comportar cerca de 120 litros de água. Jesus, então, pede para que os serventes encham todas elas, o que dá, aproximadamente, 720 litros. Imagine quantas viagens foram necessárias para encher todas elas! O Senhor faria esse milagre se os serventes não trouxessem a água necessária?
Meu irmão, Deus quer realizar milagres na nossa vida, mas Ele precisa da nossa colaboração para isso. Ele poderia fazer tudo sozinho, mas não o faz, porque não quer que seus filhos sejam mimados. É por isso que nas Bodas de Caná temos um exemplo muito claro de qual é a nossa parte. Se nós não podemos transformar a água em vinho, então, pelo menos, temos de carregar a água. Por mais difícil que isso seja, não é impossível para nós, o que nos é impossível é fazer a parte de Deus [realizar o milagre].

Milagre é sinônimo de colaboração. Que “talhas” estão vazias em sua casa, em sua vida? O que você está fazendo para colaborar com o Senhor para que o milagre se concretize? Será que já foi feito tudo? Será que você tem “enchido” o coração das pessoas com amor, acolhimento, carinho e atenção? Talvez você pense que já fez tudo o que poderia ter feito para ajudar o seu esposo(a), filho(a) ou irmão(ã) a mudar de vida, mas mesmo assim não vê o milagre acontecer na vida deles. Mas será que você encheu a sua “talha” até a boca? Essa é a sua parte no milagre. E quem os transforma é Deus.

Se Jesus é o mesmo de ontem, hoje e sempre, Ele continua realizando milagres. Então, por que é que a “água” da sua casa não tem se transformado em “vinho”? Talvez seja porque você desistiu quando faltava apenas “meio balde” para que Jesus o realizasse. Você se cansou, deixou que a preguiça tomasse conta de você. Estava a um passo do milagre, mas ele não aconteceu.

Outro milagre realizado por Jesus e que nos remete a mesma questão é quando Ele multiplica os pães (Jo 6,1-13).

Mais uma vez somos levados a entender que é a ação de Deus e a colaboração do homem que, juntos, realizam os milagres. A parte que cabia àquele menino era oferecer o pouco que tinha para dividir entre todos que lá estavam. Cinco pães e dois peixes era tudo o que ele tinha, e mesmo assim os deu ao Senhor.

O que você tem oferecido a Deus para que Ele possa multiplicar? Nós corremos o risco de ter a matéria-prima para o milagre, mas não a damos ao Senhor para que Ele possa agir. O que você tem nas mãos talvez possa não lhe servir mais, mas, nas mãos do Senhor, pode “alimentar” muitas pessoas.

Se a sua família é limitada, mas você, pela graça que teve de Deus, tem um pouco mais de força e esperança, é justo que os carregue até o Senhor. Essa é a sua parte do milagre. Se fizer tudo o que Ele lhe disser, o milagre acontecerá na sua vida. Mas se você se omitir e lavar as mãos como fez Pilatos, o seu pecado crucificará todas as pessoas da sua casa.

Conto com você, meu irmão, estamos juntos para “encher as talhas” até a boca!

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.