Voltando ao primeiro Amor!

É verdade que o homem nasceu pra viver em comunidade. Desde a pré história, já se encontrava indícios dessa convivência. Tudo que se refere ao operacional se torna mais fácil; temos mais ajuda, etc.

Quando se agrupavam sempre traziam um objetivo a alcançar, que poderia ser para se tornarem mais eficientes na caça, para preservar a espécime etc.

Na civilização moderna, o que se apresenta é que a convivência em grupos tem se tornado um problema, viver em grupo gera concorrência; a concorrência gera ciúmes… Pouco a pouco querem incutir a mentalidade do individualismo, o que vem contra o nosso “instinto” mais primitivo.

Embora sendo indivíduos com características e personalidades diferentes, na sociedade familiar conhecemos os princípios a serem defendidos e cada um dos seus membros, empenham-se para que absorvendo profundamente tal verdade em seu ser, a constitua eterna pelos seus valores.

Qual grupo social você esta engajado? Escola, trabalho, grupo de oração…

Quando estávamos nos aproximando deste grupo social, a que pertencemos, qual foi a característica que nos fez desejar engajar a fim de viver os princípios defendidos por esta sociedade?

Recobrando esses valores e reconhecendo os objetivos que cada um de nós nos propusemos assumir, podemos perceber que com o passar do tempo, com a ocupação, com as nossas manobras particulares e justificativas arriscamos deixar para traz, o principio que nos propusemos assumir de eterniza-los em nossa vida.

Confiante da vontade de Deus para cada um de nós; que não percamos de vista aquilo que nos seduziu e nos deixamos ser seduzidos.


Dado Moura

Dado Moura trabalha atualmente na  Editora Canção Nova, autor de 4 livros, todos direcionados a boa vivência em nossos relacionamentos. Outros temas do autor estão disponíveis em www.meurelacionamento.net twitter: @dadomoura facebook: www.facebook.com/reflexoes

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.