Você está pronto para a guerra?

Hoje em dia, infelizmente, o assunto que está em alta é a guerra, pois podemos ver o quanto o mundo está voltado para ela, sendo a favor ou não. Digo por mim, pois por muitas vezes liguei a televisão e, acessei um site na Internet para saber as notícias da guerra, que nada mais é que um grande erro, um passo atrás que a humanidade está dando, diz nosso Papa João Paulo II.

Entendo perfeitamente o que o Papa diz sobre a guerra, pois não podemos tirar um bem de um mal. “Uma árvore boa não pode produzir frutos maus, nem uma árvore má pode dar frutos Bons”(Mt 7, 18). Por isso a guerra é um retrocesso do homem em busca da paz.

Nossas atenções têm se voltado muito para a guerra no Iraque, mas será que estamos dando atenção necessária com a guerra que acontece todos os dias conosco, que é a guerra espiritual que travamos com o inimigo de Deus?

São Pedro já nos alerta: “Sede sóbrios e vigilantes. O vosso adversário, o diabo, anda em derredor como um leão que ruge, procurando a quem devorar.”(1Pd 5, 8).

Precisamos ter consciência que estamos em constante combate e, nosso inimigo não é carnal mas sim espiritual, já nos diz São Paulo na sua carta aos Efésios: “Pois a nossa luta não é contra o sangue e a carne, mas contra os principados, as potestades, os dominadores deste mundo tenebroso, os espíritos malignos espalhados pelo espaço.”(Ef 6, 12).

Muitas pessoas não dão a devida importância a este assunto e, acabam se preocupando mais com os poderosos deste mundo do que com o que realmente precisa se preocupar, que é nossa própria salvação, pois assim nos ensina Jesus: “Não tenhais medo daqueles que matam o corpo, mas são incapazes de matar a alma! Pelo contrário, temei aquele que pode destruir a alma e o corpo no inferno!”(Mt 10, 28).

Uma vez ouvi uma frase em um filme que me chamou muita a atenção, ela dizia o seguinte: “Grandes poderes, exigem grandes responsabilidades.” E infelizmente estamos podendo constatar o que o poder sem responsabilidade, é capaz de gerar.

Tendo consciência de que nossa guerra se dá no mundo espiritual, portanto no sobrenatural, precisamos nos preparar e nos armar espiritualmente para esta batalha e, Deus que também é sobrenatural, pois está acima de nossa natureza, sabendo de nossa limitação perante o mundo espiritual, sobrenatural, nos deixou armas espirituais, assim como formas de se combater o nosso inimigo espiritual, e que São Paulo vem dizer quais são: “Por isso protegei-vos com a armadura de Deus, a fim de que possais resistir no dia mau, e assim, empregando todos os meios, continueis firmes. Ficai, pois de prontidão, tendo a verdade como cinturão, a justiça como couraça, e os pés calçados com o zelo em anunciar a Boa Nova da paz. Em todas as circunstâncias, empunhai o escudo da fé, com o qual podereis apagar todas as flechas incendiadas do maligno. Enfim, ponde o capacete da salvação e empunhai a espada do Espírito, que é a palavra de Deus. Com toda sorte de preces e súplicas, orai constantemente no Espírito.”(Ef 6, 13-18).

Podemos concluir que, em tempos de guerra, precisamos estar prontos e preparados, fazendo sempre nossa parte, mas acima de tudo, felizes pela certeza da vitória, que São João vem nos narrar: “ Eu vos escrevi, filhinhos: conheceis o Pai. Eu vos escrevi, pais: conheceis aquele que é desde o princípio. Eu vos escrevi, jovens: sois fortes, a Palavra de Deus permanece em vós, e vencestes o Maligno.”( 1Jo 2, 14).

O ponto forte das guerras de hoje são as armas de destruição em massa, mas não podemos nos esquecer que nossa Igreja também possui armas de destruição em massa, ou melhor, evangelização em massa, pois diferente das armas do mundo que destroem vidas, as nossas destroem apenas aquilo que nos tira a vida, ou seja, o pecado.

Dentre tantas armas de evangelização em massa que estão contidas na nossa igreja, a Canção Nova merece um certo destaque, pois possui um alcance que nenhuma outra arma no mundo e do mundo pode alcançar, nem atingir, que é o coração de milhares de pessoas em todo mundo 24 horas por dia, através da Rádio, da Televisão e da Internet.

Essa evangelização em massa não pode acabar, por isso estou convidando a você, meu irmão, minha irmã, a fazer parte deste exército de evangelizadores, aliste-se já, sendo um sócio evangelizador, pois a Canção Nova precisa de você!

Como o sim de Maria trouxe ao mundo a salvação, tenho plena certeza de que, diante de seu sim, a salvação vai poder chegar à vida muitas pessoas que precisam conhecer a Deus, o único e verdadeiro autor da paz.

Deus te abençoe!

Fabrício C. Pegoraro
Comunidade Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.