Visita Ad Limina!!!

Dom Manoel João Francisco / Chapecó-SC

O Papa perguntou sobre a Teologia da Libertação, o que é o bóia-fria, enfim, ele estava muito atento ao que nós dizíamos. Entregando seu discurso em mãos, ele convoca a nós, bispos, aos católicos e a toda sociedade brasileira, a assumirmos a proposta de um maior desenvolvimento social.

Dizia ele que o cristão é a alma do mundo², que todo o fiel compreenda com renovada consciência a sua tarefa de ser a alma do mundo. É preciso difundir a mensagem cristã, não deve faltar aos cristãos uma presença pública do pensamento católico, o qual deve marcar presença na sociedade, e isso pode partir da difusão de Universidades Católicas.

Dom Orlando Brandes / Joinville-SC

Ao visitarmos os túmulos de São Pedro, São Paulo, que aqui é um dos primeiros significados da Visita Ad Limina, faz-se uma veneração aos túmulos desses Apóstolos Mártires. Assim, cada bispo visitando estes templos, certamente voltará para casa com uma vontade maior de ser mais apóstolo e, também de ser mais mártir, porque já existe o nosso martírio cotidiano, o cumprimento dos nossos deveres. Mesmo a convivência no amor fraterno, na comunidade, os nossos compromissos pastorais, enfim, é um morrer por Cristo, é um doar-se, portanto, é um martírio. Visitando a Basílica de São Pedro, nos é reavivada a fé, e o tesouro da tradição. São Paulo nos recorda da missão inculturada da evangelização nos dias de hoje; São João de Latrão, nos lembra o Coração aberto de Jesus transpassado pela lança e de que a gente precisa ter um coração aberto aos irmãos; Santa Maria Maior, nos lembra Maria, como caminho do discipulado que nos leva a Jesus. Esta visita contribui com a fidelidade ao Magistério, estreita a união com o Papa e reforça para o povo o carinho que temos para com a Igreja.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.