Várias aparições de São Miguel

Várias são as intervenções do chefe dos Anjos na vida da Igreja, aparecendo em vários lugares, em horas difíceis, para mostrar a sua assistência como guarda e protetor vigilante da mesma Igreja.

São Miguel apareceu na cidade de Lorena, na França, à uma pastorinha de 15 anos, analfabeta, Joana d’Arc, convidando-a a armar-se de cavaleiro e comandar os exércitos franceses. Joana parte, a cidade de Orleans é libertada . São Miguel aparece também ao imperador Constantino Magno, filho da Imperatriz Santa Helena, já convertida ao cristianismo. Durante três séculos de perseguição à Igreja Católica, os cristãos foram torturados e mortos, seus bens eram tirados e passados para o imperador. Mais de doze milhões de mártires deram a vida por Cristo.

Chegou finalmente a paz com a conversão do Imperador Constantino. Esta paz foi preparada por São Miguel, quando Constantino combatia na Gália, São Miguel apareceu-lhe rodeado de muitos anjos para socorrer e assegurar-lhe a vitória. Mostrou-lhe em pleno meio-dia, uma cruz luminosa cercada pela inscrição que dizia: “Com este sinal vencerás” . O imperador mandou fazer um estandarte com o sinal da cruz, que foi à frente das tropas.

Ocorreu , então, a vitória no dia 12 de outubro do ano de 312 de nossa era. O vencedor entrou triunfante em Roma, com a cruz à frente dos seus exércitos, e decretou paz à Igreja. O Arcanjo apareceu-lhe mais duas vezes, e o imperador reconhecido mandou edificar na antiga Bizâncio, uma nova cidade, capital do Império do oriente, com o nome de Constantinopla, hoje Stambul.

Nela Constantino edificou várias Igrejas e um templo suntuoso em honra a São Miguel, no mesmo lugar da aparição.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.