Uma presença importante

Sua tarefa, como diz o seu nome, é guardar-nos, especialmente contra os ataques do anjo mau, o demônio.

O anjo da guarda esforça-se por fazer para nosso bem aquilo que o demônio tenta fazer para nosso mal. Ele nos ‘tenta’, por assim dizer, para as virtudes (como aquele nos tenta para o pecado), sugerindo-nos bons pensamentos, trazendo à nossa mente lembranças edificantes, tendo o cuidado de preparar-nos bons exemplos e ocasiões de atos meritórios, afastando-nos do perigo, estimulando-nos a seguir o caminho da perfeição, convidando-nos de mil maneiras a refletir, a meditar a respeito dos motivos para amar Deus e evitar o pecado…

‘…Os anjos têm a tarefa de levar nossas orações ao trono da divina bondade, majestade e misericórdia do Senhor, e de nos dizer se elas foram atendidas. As graças que recebemos nos são dadas por intercessão de nossos anjos bons.’ (São Francisco de Sales)

Por isso é tão importante manter um vínculo de amizade com o anjo da guarda.

‘Tenha confiança em teu Anjo Guardião. Trate-o como um grande amigo – e ele o ajudará nos assuntos de cada dia’. (Caminho, n. 562).

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.