UM VAZIO QUE INSISTE EM APARECER...

Existe muita gente por aí que se queixa e diz não saber de onde vem uma tristezinha, um vazio interior que, de vez em quando, aparece para incomodar… Se prestarmos atenção poderemos identificar que essa sensação incômoda não é um mal, pois passa quando nos colocamos inteiramente diante de Deus. Assim, vamos então dar um novo nome a esse sentimento: “saudade de Deus”! É maravilhoso quando nos conscientizamos e temos a coragem de pensar como criança: “Deus criou no coração com um buraquinho, mas não foi um defeito. Foi de propósito!”. Somente Deus tem a anatomia perfeita para encaixar nesse espaço. Nada nem ninguém mais cabe.

Geralmente achamos que esse sentimento advém do que vivemos, porque olhar para a nossa realidade nem sempre é fácil, pois significa enfrentar nossas limitações e fraquezas. Outras vezes pensamos que nos sentimos assim pelo que não vivemos e gostaríamos de ter vivido. Outras ainda porque há a percepção simples de que algo nos falta. Então, tendo experimentado uma ou outra sensação, damos início à busca por coisas e situações — inclusive que levam ao pecado — capazes de tapar esse buraco e fazer com que o incômodo passe. Mas o pior é que quanto mais buscamos algo para preencher esse vazio, mas ele parece aumentar…

Na verdade, nos sentimos assim por causa do que deixamos de viver em Deus! É preciso aprender que devemos passar tudo, absolutamente tudo por Deus. Em Deus, podemos nos pôr para fora, na certeza de que seremos acolhidos, e, ao mesmo tempo, podemos nos interiorizar com o que Ele nos ensina. Pois Ele, que é o princípio e o fim, é o único capaz de purificar os nossos pensamentos e sentimentos. Só Ele pode nos dar a paz e alegria verdadeiras em meio às dificuldades e tristezas da vida. Ele tem a autoridade para transformar um mal em bem e até mesmo nos ressuscitar quando já estamos sucumbindo por causa dos problemas.

Somente Deus pode preencher esse vazio. Fora de Deus só há aparência de solução…. Nele somos refeitos, revigorados. Cientes disso, aprendemos, então, que quando essa sensação de vazio retorna, é um sintoma de que não estamos passando tudo por Deus… Não é algo o que nos falta. É saudade de Deus: o nosso coração clama para que deixemos o próprio Deus viver em nós, com a mesma liberdade e intimidade de antes. É, de novo, tempo de recomeçar!

Nice Affonso
Comunidade de Aliança Canção Nova
Rio de Janeiro – RJ

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.