Teresa: menina do Menino Jesus!

Teresa de Jesus, deu à sua breve existência o sorriso característico e inigualável, expressão da alegria , que segundo suas palavras: “ não está nos objetos que nos circundam, mas reside no íntimo mais profundo da alma.”

Inclinada pelo temperamento calmo, Teresa ,com lindos cabelos loiros, olhos azuis, traços delicados, alta e extraordinariamente bonita, quando escrevia no seu diário; “ oh ! sim, tudo me sorrirá aqui na Terra”, era uma época que estava experimentando injustiças e incompreensões. Atingida pela tuberculose pulmonar, debilitada nas forças, não rejeitava trabalho algum e continuava “a jogar para Jesus flores de pequenos sacrifícios.”

Qualquer um que tenha lido as páginas estupendas dos seus caderninhos onde ia traçando por obediência, as suas experiências interiores, publicadas sob o título de História de uma Alma, bem sabe que esses sacrifícios não eram pequenos. Deu à sua vida o título de Infância Espiritual, conforme o convite “de se fazer pequeno com criança.”

“ Eu havia me oferecido a Jesus Menino com um brinquedo e lhe havia dito que não se servisse de mim como uma coisa de luxo, que as crianças se contentam em guardar, mas como uma pequena bola sem valor, que ele pudesse jogar na terra, empurrar com os pés, deixar em canto e também apertar contra o coração quando isso lhe agradasse. Numa palavra, queria divertir o Menino Jesus e abandonar-me aos seus caprichos infantis.”

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.