Sementes de um novo tempo!

O deparar com o ano que se inicia, me pus a pensar: O que fizemos no ano que se passou? Lembrei-me desta frase de São Francisco de Assis: “Até hoje não fizemos nada, vamos começar tudo de novo?!” Isto é enfrentar, com fé em Deus, o dia-a-dia!

Todo fim de ano, como administrador, tenho que preparar a prestação de contas das Receitas e Despesas da Fundação João Paulo II do ano que se finda e, ainda, calcular a Previsão Orçamentária para o ano vindouro, com o fim de prestar contas. Mas a quem?

Em primeiro lugar, a você, nosso doador fiel, que nos proporcionou realizar o grande objetivo de Deus: EVANGELIZAR, SALVAR ALMAS. Em segundo lugar, prestar contas a uma Assembléia formada de doze diretores. E, por fim, ao Promotor Público de nossa Comarca, conforme rege os nossos estatutos.

Folheando as pastas da Previsão Orçamentária dos anos que antecederam, partilho com você as alegrias desta obra de Deus. Desde quando tivemos a coragem de Evangelizar através da Televisão, especialmente a partir do ano de 1995. Apresento-lhe o crescimento da Obra para que você perceba, não somente o resultado financeiro, mas para que você tenha uma idéia do que Deus fez por nós:
1995 – R$3.209.000,00
1996 – R$7.532.995,00
1997 – R$12.817.087,20
1998 – R$16.766.766,00
1999 – R$19.288.646,22
2000 – R$24.069.355,39
2001 – R$37.195.174,34

Meu irmão, aos nossos olhos é inacreditável, não é mesmo? Em 1995, revendo na previsão para aquele ano, uma necessidade era a compra do terreno para o Rincão do meu Senhor; hoje qualquer pessoa percebe que ele já é pequeno para acolher o nosso povo nos Acampamentos de Oração. Neste ano de 1995, ainda, tivemos a coragem de alugar um horário na TV Mulher, para, aos sábados, passar o programa “Estou no Meio de vós”, com Pe. Jonas Abib. Foi maravilhoso!

Outro desafio foi darmos início à Rede de Rádio Canção Nova em satélite; quando só tínhamos em Cachoeira Paulista. Transmitir para quem? Havia uma certeza de fé de que alguém pegaria este sinal. Assim, logo surgiu Gravatá (PE), São Gonçalo dos Campos (BA) e, hoje, mais de 20 rádios recebem o nosso sinal.

Em 1996, começamos a transmitir a TV, por canal aberto, como chamávamos: “o canal dos cavalos”, quem se lembra? Era ótimo, mas quantas vezes, em plena Santa Missa, ou melhor, em plena benção final, a Embratel nos tirava do ar.

Só a Canção Nova para se aventurar assim, não é mesmo? Nesta época, nossas despesas fixas eram de R$214.976,00; hoje em dia, passam de três milhões (R$3.000.000,00). Na época, a Embratel nos custava R$135,000,00, hoje, ultrapassa R$700.0000,00.
Em 1997, um grande desafio: depois de dois anos da compra do terreno, começamos a construção do chamado “Rincão”. Gastos: R$ 19.895,17. Comprar o nosso primeiro UP-Link era um sonho. Será que teríamos condições para isso?

O valor era altíssimo: 250 mil dólares. E não é que Deus queria? Um casal de fazendeiros, Geovani e Célia, do Mato Grosso, ouvintes da Rádio Canção Nova, ligaram para a Luzia pedindo oração, para que Deus permitisse a venda de uma de suas fazendas, pois tinham o desejo de doar este dinheiro para esta necessidade. Através de muita oração, conseguimos realizar esta venda; “foi uma alegria!”. Este ano de 1997 foi de muitas lutas, mas de grandes realizações, como a compra do terreno e início da construção dos estúdios da TV de Cachoeira Paulista; compra de um terreno e início da construção de um Rincão também em Cuiabá; construção e compra de equipa-mentos para cozinha industrial. Por fim, começamos a equipar a Banda Canção Nova.

Neste ano ainda, Deus nos cha-mou, através de Dom Lessa, para termos a nossa primeira geradora de TV, em Aracaju, e aí começou o maior desafio. Não de termos retransmissoras, nem de conse-guirmos uma rede de TV e sim, de evangelizar 100 milhões de brasileiros batizados, mas não evangelizados.

Surge aí o “Projeto Dai-me Almas”. Meu pai sempre me dizia: “quem está perdido, não pode escolher caminho”, foi desta forma que fomos em frente para equipar a TV em 1998, não só nas instalações de Cachoeira Paulista, mas agora, também em Aracaju. Up-Link não só para Cachoeira Paulista, mas também para Aracaju. Quando esperávamos o nascimento de apenas um filho, nasceu gêmeos.

Após a instalação de nossa geradora, levando o nosso sinal cada vez mais longe, começamos a receber, em Cachoeira Paulista, caravanas de peregrinos, crescendo a cada dia, atraídos pela nossa missão de Evangelizar. Surgiu, com isto, a necessidade de aloja-mentos, banheiros, refeitório, calçamento e pavimentação, estacionamento, cantina, palco e outros acessórios para recebermos cada vez melhor o nosso povo.

Em 1999, com esta explosão toda da Canção Nova, tivemos que enfrentar estes inúmeros desafios; foi o ano das Prestações de Serviços. Fomos à procura de profissionais especializados, para nos orientar, acompanhar e ensinar a fazer e conhecer televisão. Foram necessários projetistas de engenharia para implantar as nossas retransmissoras. Em um ano fizemos 493 projetos para retransmissoras. Iniciamos ainda a transmissão de Rádio, TV e Internet para o mundo.

Ano 2000: Deus não quer uma Canção Nova exclusiva de Cachoeira Paulista e Aracaju, onde se situa a nossa geradora de TV. Ele quer mostrar o valor da nossa Igreja; coloca em nossas mãos mais três geradoras: Brasília, Fortaleza e Belo Horizonte, com mais duas grandes produtoras, São Paulo, com uma retransmissora, e Rio de Janeiro. Outro grande desafio foi equipar essas frentes de atuação da TV: continuamos ainda hoje a adquirir equipamentos para manter em atividade os nossos trabalhos em cada uma delas. Mas Deus
trabalha diferente com a Canção Nova: já aprendemos que temos que viver puramente da FÉ. Hoje, ainda nos falta equipar Belo Horizonte.

Ano 2001, Novo Ano. Novo milênio. Eu achava que seria um ano mais calmo; que poderíamos começar a planejar os nossos empreendimentos, mas esqueci de uma
coisa: DEUS TEM PRESSA! Foi o ano da implantação de nossas retransmissoras em 173 cidades, atingindo um público de quarenta milhões de pessoas. Conseguimos 102 operadoras de TV a Cabo, público este de 692 mil assinantes. Mas ainda temos 419 projetos já assinados pela ANATEL, aguardando apenas a aprovação do Ministério das Comunicações.

Meus queridos irmãos, nós sabemos que a Canção Nova é feita do jeito de Maria e ela não poderia ficar para traz. E não é que no dia 13 de maio iniciamos a trans-missão da TV e Rádio Canção Nova via Cabo em Portugal, Açores e Madeira e, pelo sistema DTH, para toda a Europa e norte da África?

Todos os dias nos chegam inúmeras correspondências e testemunhos destas localidades.
Meus irmãos, sabemos que a oração do consagrado movimenta o CÉU. Continuaremos sendo fiéis, não importa se no pouco ou no muito, pois aquele que é fiel, é fiel sempre. Cremos também que a simplicidade e determinação são as grandes bênçãos de Deus para esta Fundação.

Para os meus irmãos de Comunidade, não só a competência, mas também o seu tempo, o seu trabalho santificado, realizado com amor, zelo e dedicação foram germinar as sementes de um novo tempo: o TEMPO DA COLHEITA. É necessário ter mente e coração a serviço da Evangelização.

Que Deus nos abençoe!

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.