São Luis de França

São Luis de França nasceu em 1214.

Sua mãe, a virtuosa Branca de Castela, regente da França durante a minoridade de Luís, havia dado sólida formação cristã.

Foi coroado rei com apenas 12 anos de idade e por isto se importava com as poucas honras, mais sim desempenhar as funções de rei com escrupulosa perfeitção, colocando juntas duas coisas que a nós mortais comuns, parecem até inconciliáveis: ascética e poder. Tendo sob suas vestimentas de seda o cilício da penitência. Dedicava a maior parte do seu tempo à oração.

Monarca pacifista, teve que pegar as armas primeiro contra os ingleses, que derrotou, depois contra os vassalos rebeldes, que submeteu.

Muitos o aconselharam a fazer guerra com o imperador Frederico II, mas o ajuizado rei não se deixou levar, ao contrário, fez-se apaziguardor entre o Papa e o imperador.

Dedicou-se com muita energia à renovação da justiça e da economia do seu país.

Construiu hospitais, asilos, escolas, favoreceu a universidade de Sorbona, dando a França o primado da cultura européia. Prosseguindo seu ideal religioso, empreendeu uma cruzada para a libertação dos lugares santos. Conquistou Damieta em 1249, caindo prisioneiro dos egípcios, na batalha de Mansourath, um ano depois. Seu exercito foi dizimado pela peste e pela fome. Pelo seu resgate foi pago um preço altíssimo.

Mudando a expedição militar em peregrinação ficou quatro anos na Terra Santa.

Depois reentrando na pátria, tentou de novo a expedição, sendo atingido pela peste.

São Luís de França morreu às portas de Túnis, no dia 26 de agosto de 1270.

Foi canonizado vinte e sete anos após sua morte.

São Luís de França ajudai-nos a comungar todas as suas lutas, fazendo a experiência daqueles que têm sede de paz, de fraternidade e de justiça.

Oração

Ó Deus todo-poderoso, a quem servir é reinar, daí-nos, pela intercessão de São Luís de França, a graça de vos servir com retidão e santidade.

Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso filho, na unidade do Espírito Santo.

Amém.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.