Santa nas pequenas coisas

Deus fala e nos ensina através das pessoas e dos fatos do nosso dia-a-dia: é a formação de Deus para nós.

Trago no meu coração um ensinamento que sempre me vem a lembrança e que jamais vou esquecer. Aconteceu comigo no tempo em que vive na missão de Portugal, no ano de 1999.

Naquele dia fomos conhecer o convento onde está a Irmã Lúcia, uma das três crianças que tiveram a graça de ver Nossa Senhora. Antes de chegarmos lá, passamos por outros lugares, um deles rodeado de um jardim maravilhoso, cheio de rosas das mais variadas cores e beleza ( era um mar de rosas). Olhando aquele jardim, não me contive, apanhei uma rosa na boa intenção de fazer um gesto de amor para alguém.

Chegando no convento a irmã que nos atendeu disse que não poderíamos ver a Irmã Lúcia , porém ela levaria nossos pedidos de oração até ela. Lembrando da rosa que estava na minha mão disse: A senhora pode levar essa rosa para Irmã Lúcia. Maravilhada com a beleza da rosa a irmã me disse: Que rosa lida! É do seu jardim. Meia sem graça eu respondi: Não! A irmã olhou nos meus olhos e falou: É roubada!! Sem graça achei logo uma saída: Mas, irmã foi por uma boa intenção. Mais uma vez olhando para aos meus olhos disse: De boa intenção minha filha o inferno está cheio, contudo vou levar sua rosa para irmã Lúcia e direi a ela que foi roubada. Vou lhe pedir para rezar pela ladra da rosa. Sorrindo agradeci a irmã e lhe disse: Sim obrigada, e peça a ela para rezar pela conversão da ladra da rosa. Mais um vez olhando para mim ela me falou: Filha, convertida você já é, porém você precisa apenas se aperfeiçoar nas pequenas coisas.

Sai dali com uma lição que trago até hoje: São nas pequenas coisas que mais caímos na tentação. É preciso ser vigilante. Deus nos quer santos e a santidade se faz assim no dia-a-dia.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.