Salmo da Mãe

Bem-aventurada a Mãe que confia no Senhor; que se compraz na observância da Lei divina.
Retos serão seus filhos; ela se alegrará com a sua posteridade.
Há amor e generosidade no seu coração; seu exemplo permanecerá para sempre.
Nas trevas surgiu uma luz; a Mãe nela se ilumina e por isso é misericordiosa, é compassiva, é boa.
Bem-aventurada a Mãe que compreende os seus e os ouve; ela encaminhará seus conselhos com prudência, porque se inspira em Deus.
A lembrança da Cruz lhe está sempre presente; apoiada nela não temerá ouvir notícias funestas.
A sua alma está sempre disposta a confiar no Senhor. Fortalecida pela comunhão diária, seu coração nunca será abalado.
Distribui, dá aos pobres; atende a tudo e a todos. Seu sorriso permanente vence todos os dissabores. A sua alegria será exaltada na glória.
Bem-aventurada a Mãe, em cujo seio palpita o próprio Deus. Seus dias são um Natal perene. O Cristo renasce em cada ato seu.
Glória ao pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Amém

Inspirado no salmo 111
Redação: M. Cecília de M. Duprat
Colaboração de Ir. Edite T. Groff / Curitiba, PR

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.