Riquezas do Coração de Jesus

Lendo, meditando, saboreando e aprofundando o Evangelho, constatamos que infinitas são as riquezas e os matizes das virtudes do Coração de Jesus.

É um Coração humilde, quando pede a João Batista que o batize; quando suplica água à Samaritana, no poço de Jacó; quando lava os pés dos seus discípulos.
É um Coração obediente, quando acompanha seus pais a Nazaré e se faz a eles submisso.
É um Coração compassivo, quando cura os enfermos, ressuscita mortos, como quando vê a viúva de Naim, que chora o filho único morto e ordena ao jovem: “Rapaz, eu te digo, levanta-te!”.
É um Coração justo, quando sentencia: “Daí a César o que é de César e a Deus o que é de Deus!”
É um Coração misericordioso, quando acolhe pecadores e fala à mulher adúltera: “Onde estão os que te condenaram? Nem eu te condenarei. Vai e não tornes a pecar!”
É um Coração carinhoso, quando abraça as crianças, abençoando-as, quando fixa seu olhar no jovem rico e o ama.
É um coração amigo, quando chora por Lázaro morto; vendo as lágrimas e a aflição de suas irmãs, Marta e Maria.
É um Coração terno, quando na triste noite da despedida, no Cenáculo, chama a seus discípulos “filhinhos… amigos…”
É um Coração manso, quando diz para o soldado que o esbofeteou diante do Sumo Sacerdote: Se falei mal, diz-me em quê. Se falei bem, por que me feres?
É um Coração forte, quando toma do chicote e expulsa do Templo os cambistas e os negociantes, por terem transformado a casa de Deus num covil de ladrões…
É um Coração majestoso, quando domina as forças da natureza, quando acalma a tempestade e ordena ao mar enfurecido: “Cala-te!… Silencia!…”
É um Coração poderoso, quando opera os milagres e, perdoando o paralítico, declara: “ A fim de que vocês conheçam que o Filho do homem tem poder sobre a terra para perdoar os pecados, levanta-te, toma o teu leito e anda!”

Seria longo e impossível enumerar a riqueza, a profundidade, a beleza, a ternura e a harmonia que existem no Coração de Jesus.

Só nos resta agradecer e com o coração repetir a belíssima jaculatória: “Sagrado Coração de Jesus, confio e espero em Vós!”

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.