Reconhecer o Amor!!!

O que você está pensando agora? Algo te inquieta, te preocupa? Você está em paz? O Senhor está junto de você agora e fala ao seu coração: ‘Não vos inquieteis com nada! Em todas as circunstancias apresentai a MIM (Deus) as vossas preocupações mediante oração, as súplicas e a ação de graças‘ (Fl 4, 6). Diante das dificuldades e problemas que normalmente a vida nos oferece, qual tem sido sua atitude?

Você tem conversado com Deus a respeito de sua vida? Tem suplicado a Ele suas necessidades e não tem esquecido de agradecer tantas graças derramadas a cada dia? O Senhor te ama e te cerca de carinho e proteção (cf. Sl 124/125). Ele tem cuidado de você e quer fazer muito mais. Mas é necessário que você deixe-O agir em sua vida e não queira resolver tudo somente com suas forças. Não se esqueça que Jesus está vivo e se manifesta em nosso meio. No entanto, Ele não viola a nossa liberdade. Precisamos deixar de confiar tanto em nós mesmos, em nossas capacidades meramente humanas e nos lançarmos abandonados nos braços de Jesus, confiantes de que para Deus nada é impossível.

O Senhor nos envolve completamente com seu amor. Toda a beleza da natureza foi criada como um ato do amor divino por você. Pense quantas pessoas Deus tem enviado para te ajudar nos momentos de maior dificuldade. Tem colocado os anjos em seus caminhos para te proteger e como se não bastasse, Deus Pai enviou o seu próprio Filho para compartilhar do nosso sofrimento e nos dar a Salvação. Ele não veio uma só vez e foi embora, mas quis permanecer conosco e enviou o Espírito Santo. E ainda se entrega totalmente a nós, a você, na Eucaristia, onde se repete e não somente se lembra, todo mistério de Morte e Ressurreição de Cristo. Jesus morre e ressurge na Missa por você e quantas vezes você não tem ido a Missa para receber todas as graças que emanam deste mistério?

Quantas vezes preferimos ficar reclamando das dificuldades e não vamos ao encontro do Senhor. Somos ingratos e até rejeitamos Deus em nossa vida. Não O deixamos participar de nossa história. Ele fica de lado, o espiritual é apenas um aspecto de nossa existência e não é uma realidade que envolve todo nosso ser e agir. Será que não temos sido como aquele povo que não reconheceu Jesus como Filho de Deus e o crucificou? Será que não amarramos os braços de Jesus na Cruz para que Ele não se intrometa na nossa vida e possamos fazer o que queremos não aceitando a vontade de Deus? Não é isto que fazemos quando não aceitamos os planos de Deus?

Apesar de todos estes cuidados divinos ainda podemos produzir frutos amargos. Há muitos sofrimentos que não são do querer de Deus, mas são conseqüências de nossos próprios atos. Deus não nos castiga, mas colhemos o que plantamos. Há pessoas que se tornam amargas, rabugentas, rancorosas, reclamando de tudo, porque ficam remoendo os sofrimentos procurando um culpado. Querem descontar no primeiro que aparece toda sua revolta e indignação. São tristes e fazem os outros tristes. Ninguém gosta de ficar perto de alguém assim e tudo isto só piora a situação. Isto é o mesmo que pararmos diante da dificuldade, sem buscarmos a superação. Os problemas, principalmente aqueles que não são conseqüências de nossos atos, são degraus para o nosso crescimento humano e espiritual. Longe de nos afastar de Deus pela revolta, eles nos unem mais intimamente ao Senhor. Quantas pessoas agradecem por uma doença que os fez acordarem para uma realidade eterna e divina que ultrapassa esta vida terrena.

Santa Teresinha dizia: ‘Quando não posso passar por cima passo por baixo‘. Portanto, não pare, não desanime quando o sofrimento bater a sua porta. Para quem crê em Deus não há obstáculos insuperáveis. O sofrimento deve ser também um caminho para a felicidade. Pela morte chegamos a Ressurreição. Não rejeitemos o Senhor que também nos visita no sofrimento para nos dar a vitória da Ressurreição.
Senhor, assim como o girassol está sempre orientado para o sol que nós estejamos sempre voltados para o Sol da Justiça que és Tu, Jesus. Desta forma te reconheceremos em tudo e em todos e não seremos ingratos ao Teu amor‘. Amém.

Ir Simone
Carmelita Mensageira do Espírito Santo

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.