Quem ama não perde tempo

Esta afirmativa não é minha, mas de um amigo – Pe André Luna, SCJ. Faço minhas as palavras dele, porque expressam com profundidade o que sinto e desejo partilhar hoje com vocês.

A narrativa de um fato recente, relacionado à frase, acredito que ilustrará meu pensamento e vai nos ajudar a compreendê-la.

Era uma manhã cheia de trabalho, como sempre aqui na Canção Nova, mas o desejo de viver a fraternidade me fez sair da sala, ir à mesa de meu irmão, e lhe deixar uma flor, um docinho e um bilhete. Entre outras palavras, destaquei: “Querido, quem ama não perde tempo.” A princípio, agradeceu-me pelo gesto, mas quando já ia saindo de minha presença, voltou e me perguntou como que numa explosão de dúvidas: – “Por que quem ama não perde tempo?” Brinquei com a situação um tanto embaraçosa, mas depois lhe expliquei o que partilho com vocês agora:

O tempo que temos é só o presente, certo? O ontem já se foi, e o amanhã não sabemos se virá. Tenho, portanto, o agora para amar e viver bem.

Dizem que quem ama já vive um pouco de céu aqui na terra. Eu acredito nisso, já que o amor é o bem maior. Daí o desafio que tento superar a cada dia: o de não perder as oportunidades que tenho para amar e assim trazer um pouco de céu para o mundo em que habito.

E concluí a explicação, dizendo-lhe: “Eu tinha o doce para lhe dar, e como em nosso jardim há várias flores e queria dizer que você é importante para mim, então não perdi tempo. Para incentivá-los a fazer o mesmo com outras pessoas resolvi escrever, entendeu?”

Ele acenou positivamente com a cabeça e se foi, repleto de um ar de felicidade. Nenhuma palavra, mas um coração disposto a seguir amando.

Aquele meu amigo, quando canta “quem ama não perde tempo” afirma também: “A vida virou correria e perdeu a leveza da inspiração. A alma precisa abrir os olhos, porque a fé se alimenta de esperança. Ainda tem tempo de viver melhor, é nas pequenas coisas que Deus fala (…)”

Digo mais, na correria da vida as pequenas delicadezas foram sendo substituídas pelos projetos ambiciosos e pelos contatos rápidos e eletrônicos, quase sempre abreviados e, muitas vezes, vazios, os quais vão roubando sutilmente a inspiração da alma. Sim, é nas pequenas coisas que Deus nos fala, mas quando se busca apenas o que é grandioso como ouvir a voz de Deus?

Inspiração não combina com barulho e correria… Ficar descalço um pouco para sentir o chão em que se pisa; contemplar a terra e suas lições, nos aproxima do Criador. Ajuda-nos a compreender o que nos chama e a descobrir quem realmente somos.

Se é a Deus que queremos agradar, precisamos ter a coragem de parar, de vez em quando, e ouvir a voz da inspiração.

Conta-se que existiu um santo eremita, que antes de começar qualquer trabalho, mesmo os mais simples, costumava parar um pouco e levantar os olhos para o céu. Perguntaram-lhe o porquê disso, e ele respondeu: – “Procuro acertar o alvo!”

Queria dizer com isso que, assim como um caçador antes de disparar a arma faz pontaria para não errar o tiro, ele também, antes de fazer qualquer coisa, tomava como alvo a Deus, a fim de que a ação fosse conforme a vontade divina.

Talvez não seja possível adotarmos o mesmo método do eremita, os tempos mudaram…
Mas Deus continua o mesmo. E renovar, de tempo em tempo, a boa intenção de agradá-Lo em tudo o que fazemos, pode ser um meio bem seguro de não perdermos a inspiração e de também acertarmos o alvo sempre.

Hoje, portanto, é dia de amar – com palavras, gestos ou com o silêncio –, a inspiração fica por sua conta. Fiquem atentos e não percam tempo!

Vamos trazer um pouco de céu aqui para a terra? Parece-me que o amor é o único meio para a realização deste milagre. Estamos juntos!


Dijanira Silva

Missionária da Comunidade Canção Nova, desde 1997, Djanira reside na missão de São Paulo, onde atua nos meios de comunicação. Diariamente, apresenta programas na Rádio América CN. Às sextas-feiras, está à frente do programa “Florescer”, que apresenta às 18h30 na TV Canção Nova. É colunista desde 2000 do portal cancaonova.com. Também é autora do livro “Por onde andam seus sonhos? Descubra e volte a sonhar” pela Editora Canção Nova.

 

 

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.