Qual o valor da vida humana?

Talvez nunca consigamos saber exatamente o valor que possui a nossa vida, mas uma certeza podemos ter: somos tão precisos aos olhos de Deus que cada um de nós, todos e ao mesmo tempo um único ser humano vale toda a vida e o sacrifício do Filho único e o amado do Pai, e o seu nome é Jesus! Como retribuir a Deus tão grande amor e doação?

Decididamente temos uma dívida impagável nos céus! A única maneira que temos de “pagá-la” e responder com um ardor missionário ao mandamento de Jesus: “Ide, portanto, e fazei que todas as nações se tornem discípulos… e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos” (Mt 28, 19-20).

Ide! De Seus lábios transbordava o desejo que batia no mesmo ritmo de Seu coração, desejo que Ele nunca ocultou de seus discípulos, que O impulsionou durante toda a sua vida: fazer a vontade do Pai, ou seja, ir atrás dos que se sentiam distante do coração de Deus, que estavam sujos pelo pecados e coloca-los no coração quente (de amor!) do Pai! Esse é o clamor: Ide, buscai, amai, curai! Jesus era um homem em constante movimento, nada o detia, nada o impedia de continuar a sua busca! Caluniado respondia com amor missionário, veja isto: “Os fariseus, porém, diziam: ‘É pelo príncipe dos demônios que ele expulsa os demônios. Jesus percorria todas as cidades e aldeias. Ensinava nas sinagogas, pregando o Evangelho do reino e curando…” (Mt 9,34s).

É isto! É esta mesma atitude que ele espera de mim e de você! Seja embaixo de calúnia, ou descréditos, Ele espera de você essa atitude de ousadia e coragem, de percorrer a face da terra, de ir a todos e a quantos lugares Ele nos enviar, com a certeza de que não estamos sozinhos na missão. Não disse Ele que estaria conosco? Não disse Ele que o Espírito Santo permaneceria em nós? Eis o seu desejo: homens e mulheres que tenham o queiram ter um coração igual ao Seu! E como é seu coração? Incansável na missão, apaixonados pelo ser humano, que está no meio dos homens numa atitude de serviço.

Ide! Ó doce obrigação que o Senhor nos ‘impõe’! Dizem que a boca fala do que está cheio o coração… “Ide” é um mandamento que brotou dos lábios de Jesus, porque é disso que estava repleto o seu coração. Mas devemos ter um cuidado: o mandamento do Senhor é IDE! Não podemos transformar o “Ide” de Jesus em um “Vinde”. Não podemos perder a oportunidade de ir aos que não conhecem o Senhor esperando que eles venham ao nosso grupo de oração para só aí lhes anunciar Jesus. É por isso que nós, comunidade Ide (e daí já deu para você perceber o por quê do nome) respondemos o nosso amor a Jesus não só através da vida comunitária e dos nossos grupos de oração, mas também por meio das missões! Queremos, na ousadia que nos impulsiona o Espírito, responder da melhor forma possível a esse grande amor com que Jesus nos amou! Por isso que a comunidade Ide não é um grupo de oração; ela possui um grupo de oração como uma forma de serviço, a vida em comunidade também não é um fim em si mesmo, mas um meio para a missão.

Vanessa Fabiana de Deus Lopes
Comunidade IDE

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.