Qual é a importância dos Sonhos???

Sonhar é maravilhoso! É uma graça, um presente de Deus…

Deus nos fez livres para sonhar e para lutar pelo que sonhamos. Mas, o que temos feito da nossa liberdade? Quais os nossos sonhos? Ainda temos sonhos?

Sonhamos ser. Desde a infância sonhamos ‘ser’. Ser como as pessoas que amamos, ser gente de bem, ser adultos, bonitos, bem-sucedidos afetiva e profissionalmente, etc.

Sonhamos ter. Sonhamos ‘ter’ o que consideramos básico: um amor, um curso superior, uma profissão, um bom emprego, uma casa, uma família, um carro… Acreditamos que ter é tão importante que determina quem somos.

E, se não conseguimos ter, não conseguimos ser o que sonhamos. E, então, nos cansamos de sonhar… Temos medo de sonhar… Sonhar já não mais nos alegra, apenas entristece e confunde!

Não podemos mais ser tolos! Estamos no meio de um combate espiritual. E para se vencer é preciso ter uma estratégia. E a nossa melhor estratégia é saber qual é a estratégia do rival. O que a própria Palavra de Deus já nos revelou: ele veio para “roubar, matar e destruir”. Roubar, matar e destruir os nossos sonhos também! Em minúcias: primeiro ele detona com os sonhos que já construímos, fazendo com que nos decepcionemos muitíssimo e, em seguida, nos inibe para novos sonhos, por causa de tanta decepção.

Precisamos perceber que o grande objetivo do inimigo de Deus para esses tempos tem sido roubar os sonhos das pessoas, especialmente os dos jovens: um jovem sem sonhos envelhece, não realiza, não vai além… Roubando sonhos, o inimigo de Deus mata e destrói a juventude, que, ferida, busca fugas para as suas frustrações e cai no pecado. E mais: mata e destrói uma nação, pois os jovens são o futuro! São os grandes construtores do Reino de Deus aqui na terra!

O combate é para valer. É renhido mesmo. E é necessário enfrentá-lo com o destemor do Espírito. Porque a grande verdade, para a qual, muitas vezes, ficamos cegos é: a vitória já é nossa, pelo sangue salvífico de Jesus. Precisamos ser ousados, ter a coragem de sonhar, pedindo sempre a Deus que os nossos sonhos estejam de acordo com o seu coração e o projeto que ele tem para as nossas vidas.

Sonhar também é um exercício de fé, porque cabe ao homem sonhar e a Deus realizar. Quem se cansa de sonhar, se cansa de crer que para Deus tudo é possível. Se não começarmos a ter a coragem de sonhar os nossos sonhos, como teremos a abertura de coração para, inspirados pelo Espírito Santo, sonharmos os sonhos de Deus para a nossa vida e a salvação dos homens? É preciso lançar fora todo o medo e entregar a realização do que nos parece importante nas mãos de Deus, sem esquecer que “….não é como eu quero, nem quando eu quero. Deus sabe o que é melhor para mim.”

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.