Profecias do fim dos tempos

Parece haver duas correntes principais fluindo na Igreja Católica hoje que nos chamam a atenção. O maior porta – voz da primeira é o Papa João Paulo II. Alguns dos temas principais desta voz profética são a iminência de ‘uma nova primavera‘, ‘um novo Pentecostes‘, um ‘Jubileu’ que consiste num encontro com Deus, uma manifestação de Cristo, um derramamento do Espírito.

A principal porta – voz da segunda é Maria, a Mãe de Jesus, falando através de uma quantidade de aparições e sinais aprovados e ‘ainda sob discernimento’. Alguns dos temas principais desta voz profética são a urgência dos tempos, a iminência da vinda de um aviso, seguido por um castigo ou julgamento, possivelmente envolvendo guerra ou desastre natural, e a importância de voltar-se para Deus.

As pessoas que estão tentando ser abertas para ouvir o que o Espírito está dizendo à Igreja hoje ficam às vezes confusas pelos temas e ênfases que parecem ser diferentes, e até contraditórios, nestas duas correntes proféticas. Naturalmente, o Papa também fala dos perigos dos tempos, da cultura da morte, e outros aspectos negativos mas, sua insistência é em outra direção.

E Maria, certamente fala muitas vezes da misericórdia, da bondade, da graça e do amor de Deus, porém, num contexto de urgência, numa visão de céu e inferno, de consequências temporais e eternas por negligência da misericórdia de Deus.

Ralph Martin
Membro do Conselho Internacional da RCC

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.