Presente, presente, presente!

Presente: essa talvez seja a primeira palavra que venha à nossa cabeça quando lembramos do dia 25 de Dezembro, ou como a maioria lembra, do Natal.

Sei que você já deve ter lido sobre esse assunto em muitos lugares por aí falando que o Natal é um tempo de alegria não por causa dos presentes ou só porque a família se reúne em torno de uma mesa para comer a ceia natalina. Mas sim, por causa daquele que nasceu no dia 25 deste mês, um menino que nos livraria de todo o pecado e de toda a condenação, e o meu texto não vai ser muito diferente.

Infelizmente isso ocorre pelo simples fato de que o comércio conseguiu de uma maneira esperta manipular o verdadeiro sentido do Natal. E isso faz com que esperemos não outra coisa, a não ser presente, ainda mais que todos estão com o 13º salário no bolso (pelo menos a maioria).

Neste Natal, que está sendo bem diferente para mim, pois vou passá-lo pela primeira vez longe de meus pais, estando aqui na Canção Nova – meu novo lar-, posso te revelar que não está sendo muito diferente. Na maioria das vezes me pego pensando na roupa, no calçado ou em outro objeto que gostaria de ter e que alguém que soubesse desse desejo me presentearia, mas não posso pensar só nisso, mas sim, que no exato momento que for acontecer a virada da noite do dia 24 para o dia 25, a maioria das promessas do antigo testamento estavam se realizando e eu sendo salvo a mais 2000 anos atrás.

Por isso, quando a maioria das pessoas estiverem bebendo champagne e abrindo os seus presentes, eu me esforçarei para me lembrar que Maria andou com dores em cima de um burro num longo caminho para dar a luz e assim cumprir o que fora prometido antes.

Isso com certeza vai me trazer uma alegria muito grande. E com esta verdadeira alegria, comemorarei com os meus irmãos o Natal de Cristo e o primeiro presente que ganhei antes mesmo de nascer: a liberdade.

Desejo a você um Feliz Natal e que todos possam lembrar no exato momento, das promessas feita no Antigo Testamento e de tudo que ocorreu depois do nascimento desse Menino até hoje.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.