PHN X Carnaval

PHN: Uma opção, um estado de vida que pode ser vivido em qualquer lugar e por qualquer pessoa! E no Carnaval, é possível viver o PHN? Qual a receita para viver o PHN neste carnaval?

Vamos lá moçada! O PHN é um desafio constante em qualquer situação e em qualquer tempo. Acredito que a maneira de vivermos o PHN nesse Carnaval é evitar a situação de pecado. Uma vez que você evita uma determinada situação, você já está evitando o Pecado. Vamos dizer que no carnaval as situações tripliquem, pela situação da música, da sexualidade, das propostas indecentes, do consumo, da droga, da violência no trânsito, ou seja, as situações de pecado estarão triplicando na nossa frente, estarão acontecendo três, quatro, cinco vezes mais. Portanto, a melhor maneira de você evitar o pecado no Carnaval é você evitar as situações de pecado, ou seja: você vai à praia? Então você vai à praia e vai ver coisas que te levarão a pecar; vai ao clube? Você terá situações no clube que te levarão a pecar; você vai assistir um desfile de escola de samba? Você vai ver mulheres nuas, homens nus… Então você tem que evitar a situação, é claro que nós vamos precisar de um empenho um pouco maior dentro do carnaval para que nós possamos evitar o pecado. É uma dica boa. Existe também, como a opção ruim, as opções do bem, opções que vão te fazer viver esses dias sadios, como assistir à TV Canção Nova, vir até à Canção Nova no encontro, ou se você vai passar o carnaval num sítio, ficando um pouquinho em paz com a sua família, alguma coisa que te isole que te tire dos dias de carnaval, pois certamente, são as situações de pecado que precisam ser evitadas. Evitando a situação, você evitou o pecado.

Nesta época, a Mídia investe nas propagandas de bebidas, cigarros, preservativos. Qual deve ser a propaganda dos Cristãos?

Toda a propaganda explícita e pesada está estreitamente vinculada ao pecado de se drogar, beber, se prostituir, da violência e tudo mais, e isso é um grande incentivo para muitas pessoas que nunca tiveram uma relação sexual; mas por causa de tanta propaganda de camisinha, compra-se a camisinha para pôr na carteira para quem sabe, de repente aparecer uma situação e estar prevenido…, isso quer dizer que você está se prevenindo para estar preparado para uma situação de pecado. Isso aí é tudo o contrário da nossa propaganda que é: Viver a castidade, viver bem; e castidade não é apenas a proibição do uso do preservativo, castidade significa uma boa amizade, um bom relacionamento, estar bem com as pessoas, ter muitos amigos, fazer as coisas certas para cima. Isso quer dizer que a nossa propaganda não é somente ‘não fazer o mal, se estragar no pecado’, a nossa propaganda deve ser aquilo que é gostoso, como por exemplo, boas amizades, um bom namoro, uma boa lanchonete, bom passeio, um bom relacionamento que são coisas que nós precisamos viver e propagar, porque não é apenas não realizando o mal que nós iremos para o Céu, mas também agora há tantas coisas boas para fazer por aí, e um exemplo é: cultivar as boas amizades, com o sexo oposto ou com alguém que tenha o mesmo sexo que você, boas conversas bons relacionamentos, bons programas… e tudo que traz muita alegria ao coração.

O que você diz aos Jovens que, durante o carnaval, têm a intenção de se prostituir, de se drogar?

Bom, gente, a pessoa é livre, e infelizmente pode fazer o que deseja. O conselho que eu daria para você é o seguinte: que você pense um pouco nas conseqüências, nas atitudes. Por que é que existe o aborto? O aborto existe porque pessoas mantêm relação sexual sem pensar nas conseqüências daquele ato. Por que é que existe a overdose? Existe porque algumas pessoas se drogaram, a tal ponto de terem um aceleramento cardíaco, levando-as a um derrame. Por que é que tem violência? Porque as pessoas beberam, falaram coisas que não deveriam, excitaram uns aos outros à violência, brigaram e mataram um ao outro. Enfim, as conseqüências do pecado não são pensadas no ato, no momento quando a pessoa está se prostituindo, está se drogando, bebendo, sendo violenta… ou seja, é simplesmente ato por ato. Não há momento algum de lógica, onde a pessoa pensa o que será que vai acontecer nessas coisas. Então você, meu irmão, você minha irmã, que durante o carnaval está com a intenção de se prostituir, de se drogar, lembre-se que isso tem conseqüências, que isso vai fazer que alguma coisa aconteça. Por exemplo: lá no Antigo Testamento, quando Deus entrou na terra de Canaã, que era a terra prometida que atualmente é a Palestina, onde está Belém, a casa do pão, onde Jesus nasceu… Quando eles entraram em Canaã, quem vivia nessa terra era um povo pagão, onde eles tinham duas festas: a festa da fecundidade e a festa do oferecimento dessa fecundidade aos ídolos. Nas festas da fecundidade eles se prostituíam muito, eram verdadeiros bacanais; relações sexuais entre homens, mulheres, e com pessoas do mesmo sexo durante dias… claro que isso teria um resultado: gravidez indesejada, o que conseqüentemente leva pessoas a cometerem aborto e as crianças que eles tinham eram oferecidas aos ídolos, sacrificadas; sem falar na prostituição. Um povo que não tem Deus é um povo que se prostitui, que mata, mata crianças… Então, se você se prostitui agora, com certeza males maiores virão, como o aborto, o problema das drogas. Então pense! Pois jovem que pensa é jovem PHN.

Viver o PHN no Carnaval é mais difícil que no dia-a-dia?

É claro que é mais difícil! No carnaval vai ter muito mais mulheres nuas, haverão muito mais homens nus, muito mais situações de pecado, e a intensidade das situações serão muito maiores que no dia-a-dia; é uma semana onde as pessoas estão pré-dispostas à sexualidade, à drogadição, pré-dispostas a uma alegria desenfreada e totalmente inconseqüente. Quem estiver nesse barco vai entrar nessa onda também! Então, para que você não entre, mesmo que você seja um cristão PHN! Mas agora ‘aos 44 do segundo tempo’, você vai botar tudo a perder? Claro que não! Têm outras coisas muito sadias, muito bacanas pra você também! E com certeza, viver o PHN no carnaval é mais difícil sim, viver no dia-a-dia porque as situações de pecado estarão mais videntes, tá legal?

A Igreja oferece aos cristãos uma opção diferente. Faça seu convite àqueles que querem experimentar um carnaval diferente neste Ano de 2002?

Então, gente! A Igreja oferece muita coisa pra vocês e ainda mais agora, são os encontros de carnaval, ou seja: um encontro aqui na Canção Nova, nos grandes ginásios, nos grandes estádios… Tem muita opção! Agora, se você não quer fazer um retiro espiritual, vá para uma chácara, fique em casa… Sei lá! Vai andar de bicicleta! Ah… Mas eu queria pular! Então pula; pula na sua casa, mas não se mistura entendeu? Pois eu estou falando para quem tem uma consciência cristã. É claro que se eu falar isso para uma pessoa que nunca vai à Igreja, vai achar um absurdo, vai me chamar de louco! Mas eu estou falando para pessoas que querem ouvir e que estão em evidência… Então não vai jogar tudo fora agora porque a Igreja te dá opções! Tem inclusive opções de missa todos os dias do carnaval. Vá à missa, reze, vá a um encontro. Acho que a melhor medida é essa: vá a um encontro de carnaval, lá você vai cantar, você vai dançar, vai conviver, partilhar!
Vem aqui pra Canção Nova! Vai ter Shows com Banda Dominus, Dunga, Zé do Campo, Sandro e Jurandir, Ricardo Sá, Nelsinho Correa… Vai ter muita gente aqui, dois shows por noite. Teremos também Pe. Jonas Abib, Pe. Léo pregando durante o dia, um rincão lotado…

Quer maior opção que essa? Peca quem quer! E pecar também é uma opção de escolha.
Vamos lá, hein? Juízo! Mas não muito também porque senão fica meio chato! Juízo na cabeça: ‘Por hoje não! Por hoje não vou mais pecar!’ E lembre-se que, para ser santo é preciso três coisas: alegria, evitar o pecado e fazer bem feito aquilo que precisa ser feito!

O resto é com você meu irmão!!!

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.