Os pecadores se voltam para Deus

Confessou-me Satanás que sou objeto do seu ódio. Disse-me: ‘Mil almas me causam menos prejuízo do que tu, quando falas da grande misericórdia do Todo-poderoso. Os maiores pecadores adquirem confiança e voltam para Deus, e eu’, continua o espírito mau, ‘perco tudo. Mas, além disso, persegues a Mim mesmo com essa insondável misericórdia do Todo-poderoso‘. Conheci quanto o demônio odeia a misericórdia divina; não quer reconhecer que Deus é bom (D. 1167).

Esta passagem do Diário de Santa Faustina nos mostra o quanto é importante que divulguemos a Divina Misericórdia, pois nela vemos o testemunho do próprio Inimigo de Deus, dizendo que por causa da divulgação que Santa Faustina fazia, muitas pessoas adquiriam confiança em Deus e acabam se voltando para ele, e não mais o abandonavam porque podiam experimentar a bondade de Deus Todo-poderoso.

E não somente isso, mas ele próprio se sentia incomodado, perseguido pela Misericórdia de Deus, por isso, ele tinha tanto ódio a Santa Faustina, pois ele divulgava a Misericórdia de Deus e não se intimidava com nenhuma artimanha que o Inimigo de Deus lhe armava, antes ao contrário, era assim que se empenhava com maior fervor em divulgar a Misericórdia de Deus.

Claro, aquilo que ele sentia em relação a Santa Faustina, porque ela divulgava a Misericórdia de Deus, ele sente em relação a todos aqueles que dedicam suas vidas a dar a conhecer a infinita Bondade do nosso Deus, pois ele vê numerosas almas deixando o seu redil e passando a fazer parte do numeroso exército daqueles que confiam na Misericórdia de Deus e que vivem mergulhados no Sangue e Água que jorrou do Coração Misericordioso de Jesus. E mesmo as perseguições que são movidas contra nós que nos dedicamos de modo especial a esta missão, não deve nos desanimar, antes ao contrário, armados da confiança infinita na Misericórdia de Deus, devemos avançar sempre para a frente, empenhando tudo o que temos, saúde e talentos, bens materiais e espirituais, para que seja despertado no coração de todos os homens o amor e a confiança na Misericórdia de Deus.

Se o Inimigo de Deus não quer reconhecer o quanto Deus é bom, sejamos nós os primeiros a reconhecer tal graça e lhe dediquemos todo o nosso afeto, pois Deus é bom para além de qualquer bondade.

Rezo a Deus para que no seu Coração seja despertado a confiança na Misericórdia de Deus. Para isso, te abençôo de todo o coração: Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.