O que me faz esperar?

“Quem espera sempre alcança” afirma o ditado popular. Alcança o quê? O que se espera? Muita vezes  não se alcança. Mas esperar faz crescer, isto é certo. E o que garante o crescimento é o saber esperar e acreditar! As promessas do Senhor são eternas e Ele, no tempo d’Ele, cumprirá cada uma delas. Então, o que me faz esperar nestas promessas que demoram a chegar ou nunca chegam?

Parto de um princípio: “Como amasse os seus que estavam no mundo até o extremo ou amou-os até o fim…”(João 13,1b) Que fim? A cruz! Mas não acabou na cruz…Amou até o céu! Este fim a que Deus se refere é a eternidade. Ele me ama eternamente, para sempre e nunca mais vai parar de me amar. Ou seja, a melhor garantia ou o que me faz esperar é saber que esse amor não tem fim, nunca acaba, não termina. Continua até o céu e esse amor eu já tenho! Não espero por ele, mas espero pelo que o Senhor pode me proporcionar como conseqüência disso.

Se eu nada alcançar do que esperava, já valeu pois o amor eu já tenho! E isso vale mais e vale tudo. Se nada alcançar ou conseguir nesta terra já valeu pelo AMOR que já possuo e já me possui. O bem maior já tenho: Deus! O resto são só conseqüências. E estas cabe somente a Deus dá-las a mim ou não. O mais importante não preciso esperar porque já tenho: O amor de Deus. O amor, que é Deus, e que me faz esperar. O Senhor me espera e se eu não puder contemplar o cumprimento das promessas d’Ele ainda, aqui, na terra, encontrarei cada uma delas no céu. E lá não haverá mais espera. Mas, enquanto o céu não vem, eu espero confiante nas promessas do Senhor e não desanimo, pois a esperança no Senhor não decepciona!

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.