O perdão é uma das mais difíceis, mas também, das

‘Sede misericordiosos, como vosso Pai é misericordioso’ ( Lc 6,36)

Grande luminar da Santa Madre Igreja, com seu empenho e grandes exemplos a todos os cristãos, atingiu na sua evangelização todas as classes, desde as mais pobres até aos altos escalões sociais.

Martirizado em Roma no ano 174, Santo Eleutério na sua grandiosa obra converteu muitas pessoas da nobreza romana com grande amor e dignidade que lhe eram peculiares.

Seu extremo empenho na evangelização de todos, pobres e poderosos, fez com que mandasse os Santos Damião e Fugácio como missionários para a Inglaterra, que por sua vez batizaram o rei Lúcio, sua esposa e grande parte da população.

Reflexões:

De caráter bem formado e neste exercício prático do sagrado magistério, Santo Eleutério atingiu a todos, fazendo acender-se mais viva do que nunca a obra da redenção por sua inspiração divina. Cristo morreu para a salvação de todos os homens e isto, Santo Eleutério conseguiu enxergar cristalinamente.

Não devemos, portanto, julgar os mais ricos, os pobres, e nem mesmo os ímpios. Devemos condenar as más atitudes, os maus exemplos, mas nunca condenar aqueles que praticam tais danos, pois Deus é fiel e justo e só a ele cabe o julgamento.

Nossa missão aqui na terra é praticar boas obras e, com nosso exemplo, quem sabe, converter quem pratica a iniqüidade.

Cristo não veio para salvar os justos, e sim os pecadores. Portanto, enquanto navegamos no mar da vida, tenhamos a consciência que estamos TODOS na mesma embarcação implorando a misericórdia do Senhor.

O perdão é uma das mais difíceis, mas também, das mais significativas formas de amar. É uma exigência fundamental para os cristãos.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.