O mundo de Deus

Paz e Bem a vocês…Partilho com você o livro de I Samuel 17:47 em que afirma: “A batalha é do Senhor”. Agora, é realmente fácil, diante dessa palavra, dizer amém? Dizer “Amém” e crescer dia- após- dia confiando no Senhor são duas coisas muito diferentes… Então… Obrigado Jesus… Seremos autênticos em dizer Amém, por que é assim que queremos rezar … Amém? Amém…

Vamos pensar mais uma vez nisso. “A batalha é do Senhor”; Isto foi o que Davi disse quando estava indo para a batalha diante do Gigante Golias. Este eterno conflito épico, Davi – Golias, Israel – Filistina, nação contra nação, tem muitas dimensões: culturais, políticas e históricas. O lado espiritual, emocional e psicológico vão em embora da nação.

Por falar em partida, foi exatamente o que Davi fez. Ele partiu. No versículo 48 podemos ler “Davi apressou-se para a batalha”. Muitos de nós não corremos com garra e entusiasmo de caminhar sozinhos em direção “à batalha”. Muitos de nós desperdiçamos energia até mesmo negando que a batalha exista, ou tentando convencer outros e até a nós mesmos que a batalha é outra coisa do que realmente é. Aqui tem confusão! Mas Deus é paciente e suporta todas as coisas. Deus é Amor… Com sua ajuda superaremos tudo… Aleluia…

Então o que fazemos? Adorar… Quando sentimos que no dia-a-dia estamos como que na batalha entre Davi e Golias, é a adoração que nos dá a graça do equilíbrio. Estes presentes dados durante a adoração é que nos sustentam diante de nossa pobreza e feridas, e reavivam nossas almas com a energia Divina. Por isso a missa aos domingos é um “dever” e durante a semana é uma boa idéia (Que tal uma tentativa?). É por esse motivo que a adoração à Jesus presente no Santíssimo Sacramento tem sido praticada mais e mais pelos católicos. A fome de oração está se tornando uma “fome santa” por todo o mundo. Esta é a porta para entrar no mundo da adoração. Como o Cardeal Ratzinger diz em seu maravilhoso livro O Espírito da Liturgia “A adoração faz-nos presenciar o modo de existência do céu.” Queira isso agora! – Amém? Amém! Dê uma olhada neste parágrafo comigo.

A adoração dá-nos a graça de presenciar a realidade do céu, no mundo de Deus, e permite a luz daquele mundo divino entrar em nós. Com este pensamento, adoração… tem a característica de antecipação. É a segurança de se prender ao avanço da vida perfeita, e assim adquirirmos a graça que nos é proposta.

Então rezemos com os corações e mentes abertos para receber esta luz do céu que nos ajudará a reconhecer essa batalha e correr em direção a ela, e assim confiando em Deus que é digno de toda a nossa confiança e quem tem a vitória garantida…

Paz e Bem. Até semana que vem… para sempre com Jesus e Maria…

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.