O itinerário para ver a Deus!

A vida espiritual passa pelo retiro. Colocar-se interiormente nas mãos de Deus. Deixar Deus falar em sua vida e em seu coração. Inundar a sua alma da Misericórdia do Senhor. Pelo silêncio e pela oração íntima somos convidados a ouvir a voz de Deus, o que Deus tem a nos falar e a nos exortar em nossa caminhada neste mundo.

Imaginemos um diálogo com Jesus. Qual deve ser a nossa pergunta para Jesus? E, por conseguinte, o que Jesus tem a nos falar? O que Jesus tem a nos dizer? O que Jesus tem a nos interpelar? Tudo isso será possível conhecer com a graça e o auxílio do Espírito Santo. Pelo poder do Espírito Santo que nos inunda com seus sete dons nós vamos fazer uma retrospectiva de nossa vida e colocá-la sob o influxo da vontade de Deus para cada um de nós.

Para nós, especialmente aos clérigos e religiosos, todos os nossos estudos sobre Deus, sobre os sacramentos tem que ser aprofundado na escola do Salvador, contando com a assistência do Espírito Santo que vai dar real sentido imediato na nossa fé. O Espírito Santo vai vivificar a nossa sabedoria ou o nosso entendimento teológico transformando a teoria em teologia da vida, em coerência da práxis de santidade.

A vida espiritual deve estar aberta ao Espírito Santo. Muitas vezes nós recorremos a Deus pedindo uma graça especial. A graça que sempre devemos pedir é que Deus nos envie o seu Espírito Santo. Assim estaremos recebendo os sete dons: a sabedoria, a inteligência, a ciência, o discernimento, a piedade, o temor de Deus e a fortaleza. Todos os dons compactos na presença e na bênção do Divino Espírito Santo em nossas vidas.

Assim, assistidos pelo Espírito Santo devemos iniciar o nosso combate espiritual para que, convertidos de nossos pecados, possamos dar testemunho de Cristo Ressuscitado e anunciemos a conversão no Senhor que Vive, o Redentor.

Pedir o Espírito Santo não de maneira medíocre, mas com humildade e generosidade, porque ao pedirmos o Espírito Santo estamos pedindo todas as graças de Deus, porque o Espírito Santo estará conosco até a consumação de todos os tempos. É o Espírito Santo que vai abrir nossos horizontes, que vai conduzir as nossas vidas e as nossas caminhadas, conforme nos exortou São Paulo e, hoje, nos convida a rezar: “De agora em diante, pois, já não há condenação alguma para aqueles que estão em Jesus Cristo. A Lei do espírito da vida em Jesus Cristo te libertou da lei do pecado e da morte.”(Cf. Rm 8, 1-2).

Pelo batismo o fiel se torna filho de Deus e recebe os dons do Espírito Santo pela morte e Ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo. Pelo batismo é cancelado e apagado o pecado original. Pelo batismo recebemos a graça santificante da Trindade Santíssima. Como filhos adotivos de Deus entramos na família da Santíssima Trindade.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.