Na verdade pascal!

Chamou-me a atenção que neste ano a oitava começa exatamente no dia primeiro de abril, dia da mentira. Que maravilha! No dia que o povo brinca com a mentira, somos chamados a
proclamar a mais absoluta verdade: O Senhor ressuscitou verdadeiramente, Aleluia!

O mundo viverá numa eterna mentira enquanto não experimentar o poder de Cristo ressuscitado. E essa experiência não pode se resumir somente na celebração da festa. Ela precisa se traduzir numa atitude vital.

Crer na ressurreição de Jesus significa assumir um compromisso de vida plena, significa buscar as coisas do alto, pois Jesus nos revela, com sua vida, morte e ressurreição que a vida humana tem um sentido que vai muito além daquilo que experimentamos neste mundo.

Aliás, penso que uma das causas dos grandes males que assolam a humanidade é a falta de um encontro pessoal com O Ressuscitado. Somente a partir deste encontro descobrimos, por experiência, que existe um sentido absoluto em nossa vida. Vale a pena nascer, sofrer, lutar, e até mesmo morrer, pois somos e fazemos tudo isso, mirando a vida plena que teremos em Cristo, por Cristo e com Ele!

João Paulo II nos ensina que a convicção serena da imortalidade da alma, da futura ressurreição dos corpos e da responsabilidade eterna dos próprios atos é também o método mais seguro para prevenir o terrível mal do pecado, de qualquer pecado, de todo desvio de amor a Deus e ao próximo.

Vejo na coincidência destas datas: dia da mentira e primeiro dia da oitava pascal, como um anúncio profético de ressurreição. O cristão não pode viver na mentira, nem por brincadeira. O cristão não pode ter um dia para a mentira. Jesus Cristo, verdade absoluta, é a resposta de Deus para todos os problemas de todas as pessoas de todos os tempos. Precisamos descobrir e experimentar a verdade de Deus sobre nós mesmos. Só em Jesus nos descobrimos segundo o projeto de Deus. Viver longe de Jesus é viver numa eterna mentira.

Por isso, ao celebrarmos o primeiro dia da Oitava Pascal no dia da mentira, somos convidados a proclamar, com a voz e com a vida, a única Verdade que Liberta: O Senhor ressuscitou verdadeiramente, Aleluia! O mundo precisa, com urgência, do anúncio desta verdade! Chega de viver na mentira, que é a porta de entrada para o pecado. Aliás, a mentira gera e protege o pecado. Viver na verdade pascal é testemunhar que a morte não tem a última palavra. Mesmo quando passamos por situações difíceis, de cruz e sofrimento, esta não é a resposta final. Não fomos feitos para a morte, nem para o pecado ou para a derrota. Em Cristo ressuscitado somos mais do que vencedores. A verdade pascal é um chamado para sairmos de toda situação de morte.

Jesus Ressuscitou! Então, tudo tem jeito. Não existe nenhuma situação, por pior que seja, que não tenha saída. Com Jesus a vida vence sempre. Com Jesus a verdade triunfa! Que bom que podemos começar a proclamação de nossa verdade pascal no dia que
o mundo reservou para a mentira! Feliz Páscoa!

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.