Mudando de rota

Travei uma guerra comigo mesma. Anos a fio…
Foi terrível. A vida parecia sem sentido
Mas agora estou desarmada, livre
Não tenho mais medo, porque ‘o amor afasta o temor’
Sou livre para amar
Estou desarmada do medo de amar
e ser amada, de justificar-me à custa dos outros
Não estou mais perdida em minhas defesas
Sou livre para escolher
para dar uma resposta diferente
O mundo não é algo tão grande e assustador
Acolho e partilho. Estou no mundo,
faço parte dele
Posso ajudar na construção de um mundo melhor
Não me agarro aos meus projetos
Se a vida propõe caminhos diferentes
acolho-os de bom grado
Mesmo que não sejam os melhores,
posso transformá-los
Portanto, não tenho mais medo
Escolho fazer o bem
Escolho dar o melhor de mim a
qualquer pessoa e em qualquer situação
Escolho ser pessoa
Escolho a vida
nasce em mim a esperança
É um tempo novo.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.