Maria... Eu a amo.

Deus amou tanto o mundo que nos deu seu Filho único, e nesse infinito amor fez nascer Jesus, o homem perfeito, no seio da Virgem Maria.

Deus realizou maravilhas em Maria Santíssima por que encontrou graça nela…

Maria é para nós modelo de Mulher, exemplo a ser seguido.

Maria é quem nos ensina o quanto a pureza do corpo e da alma produz fecundidade espiritual.

Maria ensina que na generosidade da entrega a Deus está a felicidade de tantos, pois reatou definitivamente em sua alma e em sua carne a aliança de amor infinito.

Maria é o lugar do encontro de amor entre Deus e o homem…

É Mãe presente sempre e concretamente, nos ensinando a ser mais de Deus, com simplicidade e muita discrição…

Talvez você não saiba grandes coisas a respeito de Maria, porque ela, antes de tudo, quer se dar a conhecer na prática por cada um. Essa é a missão dela: cuidar de cada um.

Não recorrer a essa Mãe tão maravilhosa é simplesmente negar a ela algo que lhe foi dado por Deus, o nosso cuidado…

Então deixe-se cuidar por Maria, clame por ela, e nos momentos de grande dificuldade feche os olhos, murmure seu nome: “Maria, Maria, Maria…” E verás que logo estarás em seu colo maternal, sentindo toda paz que vem de Deus e o consolo do Seu Divino Filho Jesus…

Foi o que fiz há cinco meses atraz quando recebi a notícia que meu avô havia morrido.

Eu o amava muito, era o meu pai, quem havia cuidado de mim, quem recebia os presentinhos dos dias dos pais quando eu ainda estava na pré-escola… Lembro-me dele tocando viola e eu cantando “música raiz” que ele tanto gostava.

Éramos amigos, gostava de ouví-lo contar histórias antigas, do tempo que ele morava na roça… Senti muito, e quando me veio a notícia, simplesmente caí num pranto…

Nunca havia sentido dor tão grande… Então fechei meus olhos e só tinha forças para murmurar esse doce nome: “Maria, Maria, Maria…” E uma paz invadiu meu coração.
Foi quando me senti literalmente nos braços de Maria.

É lindo ver que não temos nem mesmo nas Sagradas Escrituras tantas coisas a respeito d’Ela, mas o que temos são as experiências.

Os santos falam divinamente da sua pessoa de Mãe, de Mulher, porque a experimentaram…

Você e eu precisamos experimentar Maria.

Maria dos sonhos de Deus, que no seu ‘Sim’ nos ensina a usar com generosidade a nossa liberdade de escolha.

Maria, que ao visitar sua prima Isabel, nos ensina que para o amor e o serviço não existem dificuldades, distância, perigo, riscos… Basta simplesmente se por a caminho.

E que lindo ver nessa visita uma lição de verdadeira humildade, quando Isabel diz que Ela é Bendita entre todas as mulheres! Ela responde dizendo que daquele momento em diante todas as gerações a chamariam Bendita…

Essa Mestra nos ensina que a verdadeira humildade consiste em assumirmos aquilo que é a nossa verdade, boa ou ruim… agradecer, e louvar a Deus por aquilo que Ele nos dá como dom, como graça.

Em nenhum momento ela feriu a humildade quando pronunciou essas palavras, mas nos ensina que ser humilde é assumir as coisas boas que Deus nos dá, agradecer e louvá-Lo por elas.

Maria, que nas Bodas de Caná nos ensina a estarmos atentos às necessidades alheias, a querer agir em favor dos outros, a sermos sensíveis aos irmãos. (Jo, 2,3)

Maria, que guardando tudo em seu coração, como está em muitos momentos na Bíblia, nos ensina a não questionar determinadas coisas, e nos fala nesse ato de docilidade que o profundo entendimento de tudo só a Deus pertence. A nós cabe apenas aceitar e amar.

Maria, que no calvário, nos dá uma lição de amor, de firmeza, de confiança e esperança na promessa de Deus… Sobretudo uma lição de perdão.
Imagine aquele olhar de misericórdia sobre aqueles que açoitavam o seu Divino Filho…

Em todo tempo ela amou, amou a Jesus que sofria e amou aqueles que o faziam sofrer…

No alto da Cruz Jesus bradou: “Pai, perdoa-lhes! Eles não sabem o que fazem!!!”
Em todo o percurso do Calvário essa era a oração interior de Maria…

Maria, que na festa de Pentecostes nos ensina a clamar e a pedir a graça santificante do Espírito Santo, e estando ali nos dá a conhecer que Ela também se torna medianeira dessa graça, por que pede conosco, pede por nós…

…Eu a amo.

Que Deus abençoe a todos no amor Maternal de Maria!!!

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.