Jesus Cristo é o mesmo, ontem, hoje e sempre

Jesus ressuscitado, libertador de todas as prisões, nos diz: ‘Ressuscitei! Deixo-lhes a minha Paz! Deixo-a principalmente a todos aqueles que fazem da justiça a base, o suporte para a Paz. Ressuscitei em todos aqueles que partem o pão, repetindo gestos concretos de solidariedade. Ressuscitei porque o AMOR é mais forte que a morte, ele triunfa sobre a guerra no abraço da Paz e do Perdão. Ressuscitei e desejo que vocês sejam sinais de VIDA NOVA, onde a norma é a Fraternidade e o AMOR ressuscite em cada coração. Ressuscitei em todos aqueles que agilizaram minha libertação em tantos irmãos encarcerados, facilitando-lhes oportunidades para sua reintegração na sociedade’.

Iluminados pela Luz fulgurante do Ressuscitado, caminhemos para a Páscoa, renovando nossa Fé recebida no Batismo. Saibamos aproveitar este momento da graça do Senhor. Foi a misericórdia infinita de Deus para com o homem que oportunizou a vinda de Jesus Cristo, o Filho de Deus Salvador.

Em nosso mundo carente de paz, de perdão, o ANO DA GRAÇA constitui um apelo à conversão e uma evocação dos gestos de Cristo. Deixemos que as palavras de Jesus, na sinagoga de Nazaré, ressoem no mais profundo de nossos corações. ‘O Espírito do Senhor está sobre mim, porque me ungiu, para anunciar a Boa Nova aos pobres; enviou-me a proclamar a libertação aos cativos e, aos cegos, a recuperação da vista; a restituir a liberdade aos oprimidos, a proclamar um ano de graça do Senhor’. (Is 61,1-2)

O que Isaías vislumbrou no horizonte, agora está a nosso alcance. Que este Jubileu nos traga um veemente impulso de renovação espiritual. Que deixe marcas indeléveis em nossos corações. Que um novo ardor nos aqueça o coração e, como as piedosas mulheres anunciaram a Ressurreição de Cristo, anunciemo-lo vivo, nosso irmão que faz caminho com seu povo e que nos quer ressuscitados.

Ir. Cecília Maria Mezzomo, ASCJ
Triunfo do Coração de Jesus

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.