Inveja e ciúme

A misericórdia de Deus ultrapassa toda a maldade humana. A Bíblia nos conta o fato de Caim ter matado o seu irmão Abel por ciúmes e inveja.

Deus que conhece as intenções do coração humano, pergunta a Caim: “Por que estás cheio de cólera e andas com o rosto abatido? É verdade que, se fizeres o bem, andarás de cabeça erguida; mas se fizeres o mal, o pecado estará a porta, espreitando-te. Tu, porém, poderá dominá-lo” (Gn 4,6-7).

Porém, Caim não deu ouvidos à voz de Deus. Logo que chegaram ao campo, atirou-se sobre o seu irmão Abel e o matou. O Senhor ainda lhe perguntou: “Onde está o teu irmão?”.

Caim, embora cheio de si mesmo, não é abandonado por Deus, pois a bondade do Senhor supera toda fraqueza humana e a sua misericórdia busca sempre um modo de nos salvar.

Quando nos fechamos em nós mesmos, perdemos de vista o valor da vida do outro. Deus nos livre de tal egoísmo!

Diante do Senhor, cada pessoa tem o seu valor. Lancemos fora, neste dia, toda e qualquer comparação com os outros.

Fujamos da cólera, do mau humor, do rosto abatido. Deixamos de lado: ciúme, rivalidade, inveja ou despeito de quem quer que seja, pois o amor e a bondade de Deus nos atingem com a sua bênção.

Sejamos a bênção de Deus uns para os outros!

Jesus, eu confio em Vós!

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.