Eu vi ....

Que emoção eu senti; ao receber uma mãe com seu filhinho de 04 anos! Ela contava:

“- Márcio, meu filhinho tem uma doença no sangue, que faz sua pele prorromper em feridas, está fraco, sempre com febre…
Os médicos disseram, que antes dos 07 anos, ele sequer melhorará”.

Realmente, o garotinho, estava coberto de cascas de ferida. Era de dar dó!
A mãe continuou:

“- Parte-me o coração ver, de manhã, seus lençóis ensopados de sangue; mas o pior, foi quando me tomando pela mão, levou – me diante do espelho dizendo: ‘Veja, mãe; meus amiguinhos tem razão. Eu pareço um mostro”.

Doeu, em mim, ouvir aquela declaração. Decidi-me a fazer tudo o que podia: orei.

Terminada a oração, a criança recobrou a consciência; aparentemente, nada tinha acontecido; porém, uma semana depois, essa mãe testemunhava em um grupo de oração, que as feridas de seu filho tinham desaparecido.

A criança ficara curada!

Quanto amor! Não é verdade?!? Assim é o nosso Deus: cura porque ama.

Deus ama você como ama aquela criança. Deus é feliz por ser seu Pai… por ser sua mãe… seu amigo. Por mais que você tenha errado, Deus acredita em você.

Acredite! Ele o ama, porque você é seu filho e não por outra coisa; não é porque você é bom, mas porque o bom é Ele.

O que Ele fez para aquela criança, Ele pode e quer fazer por você.

“Como um Pai é bondoso com seus filhos; assim o Senhor é bondoso com os que o temem!”

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.