Eu Aceito!

”…Paulo resolveu, no Espírito…” (cf. At 19,21)

Essa expressão atraiu a minha atenção!

Olhando para ela chego a seguinte conclusão: – Somente quem vive no Espírito é que pode decidir, resolver no Espírito! É uma graça concedida por Deus para quem permanece sobre sua benção em tudo o que realiza!

Essa “perfeita” comunhão só pode ser alcançada através da oração e do fiel combate contra o pecado!

Nossa concupiscência sempre nos conduzirá ao pecado, porém, numa vida levada aos pés de nosso Senhor, regada com oração e totalmente conduzida pelo Espírito Santo, pode superar e dominar toda nossa tendência a não decidir pelo bem.

E o que é o bem?

Não resume-se somente na caridade, em boas obras, mas abrange um universo de decisões.

Claro que este universo precisa estar fundamentado, ter base, caso contrário, corre-se o risco de somente tender ao bem próprio,”melhor para mim”. Sabendo-se que esse “decidir pelo bem”, quase que em sua totalidade, nos impulsiona a não realizar nossos desejos pessoais, por isso faz-se necessário o enraizamento da Palavra de Deus, do Evangelho, em nosso coração e em nossa alma, para que tudo seja reflexo do “SER” Evangelho vivo.

Decidir pelo bem precisa expandir a ação do Espírito Santo em nós, a ponto de contagiar aqueles que convivem conosco, que nos vêem caminhando, sorrindo, trabalhando, enfim, nossa vida precisa externar todos os reflexos da ação do Espírito Santo sobre nós.

O convite está feito! A rede está lançada!!!

Você aceita o desafio???

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.