Etiqueta e Comportamento

“Feliz aquele que permanece na sabedoria, que medita na justiça e que, com sensatez, conta com Deus que tudo vê. Eclo 14, 22”

A mulher no restaurante, sem receios

Ir sozinha a um restaurante, convidar uma amiga ou um cliente, chamar o garçom, pedir a nota: tudo isso pode representar uma grande dificuldade para quem não está acostumada. Mas veja a seguir como nunca perder a classe nessas situações.

 Você chegou no restaurante sozinha e está sendo pressionada pelos olhares à sua volta? Proceda naturalmente, seja escolhendo a mesa, chamando garçom ou fazendo o pedido. Procure ficar à vontade, e comer sem pressa e usar corretamente os talheres e guardanapo.

 Almoço profissional há algumas regras: Se você fez o convite, chegue com 10 minutos de antecedência e aguarde seu convidado, na própria mesa , sem se sentir mal com isso. Fique atenta para que ele a veja ou peça ao garçom que o conduza até o seu lugar. Lembre-se, você é a anfitriã e não a babá: sugira pratos que já experimentou, peça ajuda ao maître, mas deixe a decisão para o convidado.

 Você precisa almoçar com cliente, se for homem como não ficar constrangida? No trabalho, o melhor é assumir seu papel de profissional, independente do sexo e agir com naturalidade. Lembre-se de quem convida paga a conta no final da refeição.

 Ao retocar a maquiagem e arrumar os cabelos, não os faça em público, vá ao banheiro.

 Ao final da refeição, dê sinal ao garçom e peça a nota – nunca a conta. Isso estabelece os limites de que foi um convite da empresa, e não pessoal.

Por fim, seja sempre discreta, em quaisquer situações. E bom apetite!

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.