Dom Cláudio Hummes

“Eu vos escolhi e vos constituí para que produzais frutos” (Jo 15,16).

A imprensa tem noticiado e comentado, exaustivamente, a nomeação de Dom Cláudio Hummes como Prefeito da Congregação para o Clero, feita pelo Papa Bento XVI. E desde que a nomeação foi divulgada, este tem sido um assunto muito presente, tanto na Igreja como em

outros setores da Sociedade. E isto é um ponto positivo, pois demonstra que a notícia chegou mesmo às bases e no cotidiano da vida das pessoas. Demonstra também que o nosso Cardeal é um homem de Deus, querido e amado pelo povo de Deus. Nos mais diversos lugares por onde passamos, ouvimos os comentários e as observações das pessoas. E uma frase que tem sido repetidas várias vezes é a seguinte: “Dom Cláudio é um escolhido. Ele fará um ótimo trabalho e continuará sendo um dedicado servo de Deus!”.

Convivendo um pouco mais com Dom Cláudio, percebemos que ele é mesmo um homem de Deus, escolhido para uma missão especial pelo Espírito Santo. A maneira como ele recebeu a nomeação e a serenidade com que tem respondido às muitas perguntas, nos leva a crer, sem nenhuma sombra de dúvida, que Deus impulsiona as pessoas certas para o trabalho certo. Dom Cláudio disse que, tomando conhecimento da nomeação, “ajoelhou-se e rezou”! Disse também que “escutou, na voz do Papa, a voz de Deus. E sendo assim, disse: ‘Sim, eis-me aqui'”. É um belo testemunho para todos nós que queremos ver e seguir Jesus! Às vezes, deixamos-nos tomar pelo medo e até resistimos ao chamado e ao envio do Senhor. Os homens do Senhor nos ensinam que a melhor resposta que nós podemos dar a Ele é “faça-se em mim segundo a Sua vontade!”.

Dom Cláudio disse que jamais esperava uma nomeação assim. Mas, nesta nomeação e em muitos outros momentos da vida, nós vemos, de um modo claro, a “Surpresa Divina” que, como sempre, aproxima-se de nós com muita ternura e muito respeito, confiando-nos algo especial. O Senhor escolhe, envia e acompanha com todo o amparo necessário! “Sei em quem depositei a minha confiança” (2Tim 1,12). Uma pessoa que vive em Deus e ouve a Sua voz, tem em seu coração uma confiança inabalável na Palavra de Deus.

Nos impressiona a simplicidade de Dom Cláudio. Ele tem recebido contatos dos mais diversos veículos de comunicação de várias partes do Brasil e até de outros países; de Cardeais, Bispos, Sacerdotes, Religiosos, Leigos, Ministros, Senadores, Deputados, Juízes, Promotores, Rabinos, enfim, representantes e pessoas de diversos setores. E com a mesma atenção atende a cada um. Todos ficam com a mesma certeza, ele é um homem simples. Isto nos leva a constatar um princípio bem antigo: “a grandeza das pessoas está na sua capacidade de ser simples”. Pois o próprio Deus se fez e se faz simples na história da humanidade!

Ao lermos a história de Dom Cláudio, vemos que nele há uma “marca indelével”, recebida no dia do seu batismo e vivenciada ao longo de sua caminhada religiosa e ministerial. Dom Cláudio tem a marca do amor, da obediência, da fidelidade e do serviço. Como Bispo de Santo André, Arcebispo de Fortaleza e Cardeal Arcebispo de São Paulo, ele sempre foi um servo do Senhor que prima pelo zelo apostólico, pelo ardor missionário e pelo amor à Igreja, ao Papa, a Nossa Senhora e a Cristo!

Agora Dom Cláudio parte para mais uma Missão. Dentro de mais ou menos um mês, ele se mudará de São Paulo para Roma. E ao lado do Papa Bento XVI estará à serviço de Jesus e da Igreja. Para nós é uma alegria saber que um brasileiro estará ajudando, de um modo tão especial, a Igreja a continuar sua Missão de Evangelizar, anunciando Jesus Cristo, o mesmo ontem, hoje e sempre!

A oração será um meio muito eficaz para acompanharmos Dom Cláudio em sua nova missão. Sobretudo pela Eucaristia, vamos nos manter unidos a ele e ao seu trabalho. Queremos também rezar com fé pelo Santo Padre, o Papa Bento XVI, que virá ao Brasil em 2007. Estaremos rezando por Dom Cláudio e ele por nós! O trabalho de Dom Cláudio na Congregação para o Clero contará com o apoio espiritual do maior País católico do mundo!

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.