Dois paraísos e dois infernos

A Bíblia fala de dois paraísos e de apenas um inferno. Gentileza dos autores, porque, assim como há um paraíso terrestre e um paraíso celeste há também um inferno dos demônios e outro inferno dos homens, que é uma espécie de sucursal ou filial do inferno dos demônios. Basta olhar ao redor, ou ler a Bíblia, ou os livros de História para ver como alguns maravilhosos representantes do ser humano conseguiram criar ao seu redor um clima de céu, enquanto outros, desequilibrados e desqualificados implantaram o seu vestibular de inferno por onde andavam. Nero, Calígula, Gengis Khan, Hitler, PolPot, Idi Amin são apenas alguns exemplos da crueldade humana. Mas há milhares de pequenos e grandes destruidores mundo afora. Alguns não matam, apenas roubam bilhões dos cofres do país, deixando seu povo sem recursos; o que significa matar de fome ou de doenças a longo prazo.

Torturadores, assaltantes, ladrões de milhões, desviadores de verbas federais, gente que enriqueceu às custas do dinheiro público, destruidores da reputação alheia, gente que massacrou, soltou bombas, explodiu, implodiu gente, terroristas que enfeitam seus crimes com a palavra ‘ideal político’, mas é ódio e vingança que eles praticam ao deixar uma bomba onde passa gente inocente. Pessoas cheias de ódio que não hesitam em matar e até matadores de aluguel que apagam gente que nem conhecem. Pessoas más que fazem de tudo para destruir, derrubar, diminuir ou puxar o tapete das outras, todos estes são colaboradores do diabo. São Paulo tem uma lista bem maior nas suas epístolas aos Romanos e a Timóteo. O Apocalipse aumenta a lista e Jesus se encarrega de chamar de filhos do diabo e candidatos ao inferno, inclusive alguns religiosos que mentem para ganhar mais adeptos ou matam como mataram a Ele para salvar suas igrejas. Quem lê Bíblia de olhos abertos sabe do que estou falando.

É bom lembrar que paraíso é lugar de harmonia, diálogo, respeito e felicidade. O terrestre acabou por causa do orgulho humano. Na Terra restou um ensaio de paraíso celeste e infelizmente um cursinho de inferno. Os fofoqueiros, caluniadores, torturadores, terroristas, manipuladores do dinheiro e da fome do povo, os que perseguem dinheiro e fama a qualquer preço estão mais para inferno do que para céu.

Não fui eu quem inventou isso. Está tudo na Bíblia. Lá se diz bem claro quem Jesus reconhecerá como gente dele e quem ele rejeitará. No meio dos candidatos a inferno estarão alguns pregadores de religião. Leia Mateus (7,20-23) e Lucas (13, 25-20). Ter orado, bebido e ceado com Ele não será o suficiente… Por isso, as igrejas que garantem o céu para quem as freqüenta estão blefando. Não basta freqüentar igreja, nem pagar o dízimo, embora isto seja importante. Se continuar a desviar verbas do governo, a destruir os outros, a agredir os outros crentes, dar excessiva importância à fama, ao poder ou ao dinheiro e a cultivar suas idolatrias ou de imagens, ou de dinheiro, ou de poder pessoal correm o mesmo risco. Decididamente Deus não se deixa governar pelo blá blá blá, nem pelo marketing deste mundo, que, às vezes, não hesita em criar um inferno para os outros para dar o paraíso aos do seu grupo…

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.