Deus não sabe amar menos

Deus não nos ama mais do que aos outros.
E não ama os outros mais do que a nós.
E não ama o Papa mais do que a você,
nem a você mais do que ao Papa.
Se você acha que Deus ama você
mais do que aos outros, está enganado.
Alguém lhe ensinou um catecismo e uma teologia
vaidosa e errada.
Se você acha que Deus ama os outros
mais do que a você, enganou-se.
Deus não ama mais nem ama menos a ninguém.
Porque Ele só sabe amar de um jeito: ao infinito.
Se Ele amasse menos a alguém ele não seria Deus
Deus não sabe não amar.
E também não sabe amar menos ou mais.
Por isso que ele é Deus.
Nós amamos mais ou menos ou até odiamos.
Ele não faz isso.
E não fica decidindo sobre quem merece um quilo
de amor e quem merece apenas 300 gramas.
O problema do amor não é de Deus e sim, nosso.
O sol ilumina a terra toda, mas se alguém lhe fecha a porta,
sua luz não entra.
Não é o sol que ilumina menos,
somos nós que não deixamos que ele nos ilumine.
Não é Deus que ama menos.
Nós é que o acolhemos menos ou mais.
Da próxima vez que você tiver a tentação de dizer
que Deus o ama menos ou mais repense sua teologia.
Deus ama sempre do mesmo jeito: ao infinito.
Mas há gente que responde totalmente ou apenas parcialmente.
Jesus foi perfeito na sua resposta.
Por isso é que nunca ninguém nesse mundo
amou tanto quanto Ele.
Deus amou Jesus ao infinito e Jesus amou Deus ao infinito.
É por isso que dizemos que Jesus é o Filho bem amado.
Bem amado porque bem amou!

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.