Desejos Palestinos x Objeções Israelitas

Existem mais de 3,7 milhões de refugiados palestinos no “Oriente Médio” e muito mais espalham no mundo que desejam o direito de “ir para a Casa”. Durante a guerra entre Árabe-Israelita que avançou até 1947 dividiu a Palestina em um Estado Árabe e outro Judeu. Muitos Palestinos refugiaram-se ou abandonaram suas casas devido ao avanço das forças Judias, espalhando-se pelo Líbano e outras partes do Mundo.

Estima-se que o número de refugiados está estimado, atualmente, superior a 970.000. Aproximadamente 1/3 desta população encontra-se refugiada entre a Síria, Jordão e Faixa de Gaza.

Depois da deflagração em 1967 da guerra Árabe-Israel, outra onda de palestinos foram deslocados, dentre eles, muitos por uma segunda vez. Com Israel expandindo suas fronteiras, 300.000 palestinos deixaram a região de Gaza, tendo muitos deles instalados no Jordão.

Os Palestinos afirmam-se no direito de retornar aos locais de seus descendentes, desejando viver em paz seus valores e com seus vizinhos.

Israel recusa-se a assumir qualquer responsabilidade sobre os problemas Palestinos e adianta que seus descendentes não poderão retornar. Com uma população de 6 milhões, temem que com o Estado Palestino, seria varrido a maioria Judia, que atualmente sustem e salva-guarda o futuro de Israel assim como o Estado.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.