Coerência

Coerência quer dizer: conformidade, congruência, conexão, harmonia, ligação.

Entrei para a Comunidade Canção Nova muito novo (18 anos) e imaturo de certo, nem entendia ainda o que esta palavra representava, hoje, depois de cinco anos e meio de dedicação integral a esta obra, posso dizer que já entendo um pouco o que venha a ser esta palavra. Entendo, e tenho refletido muito na importância dela para a minha vida de consagrado a Deus na Canção Nova. Não sou 100% coerente! Mas no meu coração é latente o desejo de ser. Não quero que ele seja só latente, seria utopia apenas, quero que ele seja concreto, quero que ele seja vida. A palavra coerência vivida, gera santidade. Santidade não só em mim, mas também nos outros! Por que muitos se tornaram santos? Olhando também para outros santos!

A professora da coerência é a conversão. Sem conversão sincera não há coerência! Se Jesus não tocar verdadeiramente o nosso coração, nós não iremos conseguir ser coerentes. Este encontro pessoal com Jesus é o ponto de partida para uma vida coerente. É a partir deste encontro que vem a decisão de viver na verdade; é deste encontro pessoal com Jesus que o ser passa a seguir o agir, e é nesta harmonia de ser e de agir que a coerência acontece. Quando somos tocados por Jesus, quando temos com Ele este encontro pessoal, sentimos em nosso coração uma grande gratidão para com Deus, um forte desejo de corresponder com responsabilidade e zelo à missão que, por Deus, a nós foi confiada.

Precisamos ser coerentes para que a nossa missão tenha eficácia. Sem coerência o nosso testemunho se torna vazio: chega às pessoas, mas não causa nenhum efeito em seus corações, a conversão e a mudança de vida não acontecem se não houver coerência. Jesus chama os incoerentes de “fariseus” – falam e não fazem, vivem na mentira! Jesus sempre foi muito duro com os incoerentes, pois Ele bem sabia o que a incoerência podia causar no meio do povo. O incoerente se torna caminho de perdição para aqueles que resolvem seguir o seu exemplo, para aqueles que estão começando a conhecer a Deus e também para aqueles que já O conhecem. Imagine você um jovem que está largando à bebida, ou a algum vício e vai de encontro a uma pessoa que já é de caminhada para procurar ajuda, aconselhamento, porém, encontra essa pessoa pior do que ele, bebendo, fumando… Imagine a decepção e a frustração deste jovem. Talvez, você já tenha ouvido alguma história assim, talvez você conheça pessoas assim, que falam, mas não vivem, ou infelizmente essa pessoa seja você… Da sua coerência depende a salvação ou a perdição de muitas almas! E saiba, uma vez que conhecemos o Senhor e entregamos a vida a Ele, uma vez que o servimos de alguma forma, precisamos ser coerentes. Ser coerentes não só quando estamos pregando, cantando, ministrando, participando… precisamos ser sempre, em toda hora, tempo e lugar. Seja coerente, de testemunho, seja luz para este mundo.

Pare agora e pense, faça uma analogia para ver se você tem sido coerente ou não: Em sua missão de esposa, de esposo, de mãe, pai, de trabalhador, de cristão, você tem sido coerente? Ou será que você tem sido fariseu?

Com a sua vida, você tem levado as pessoas para o Céu ou para o inferno? É forte não é? Mas é real, é muito real! É hora de nos revermos; a partir desta revisão, o Senhor vai dar uma grande guinada em nossa vida, o Senhor vai nos ensinar a ser cristãos de verdade. O cristão coerente é cristão de verdade!

Deus abençoe você.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.