Carinho sinal de Amor

O contato físico sempre teve um significado de demonstração de amor, veneração ou respeito. Qualquer um que observa a natureza percebe como o contato físico entre os animais tem vital importância na comunicação entre o grupo, no aprendizado dos filhotes e também na corte para o acasalamento.

Muitas vezes não nos damos conta de como isto também é importante para nós e como o carinho pode nos ajudar em todos os momentos de nossas vidas.

Uma de nossas necessidades básicas é a de sermos amados, ou seja, precisamos nos sentir queridos pelos outros e o carinho manifestado pelo contato físico é uma forma eficaz de comunicação desse amor que necessitamos.

O Carinho na Infância

Durante a gestação a mulher tem com a criança um contato único e poderoso para transmissão de amor e aceitação. Mas só o fato da criança estar no ventre materno não significa que a comunicação entre mãe e filho já esteja completa.

São muito importantes os momentos de comunicação entre a mãe e a criança ou entre o pai e a criança com palavras de carinho dirigidas para o filho no ventre materno.
Frases do tipo ‘Você é muito amado, meu filho, e estamos muito felizes por sua vinda’, vão deixando na criança as lembranças da aceitação durante a gravidez e estas lembranças que ficam no inconsciente da criança contribuem para o seu desenvolvimento equilibrado.

Após o nascimento, ter a criança nos braços, dizer o seu nome e mesmo beijá-la no rosto são contatos essenciais para a identificação da criança com a mãe e com o pai.

Isto me faz lembrar o medo que muitos pais tem de carregar seus filhos recém nascidos por receio de não saber a maneira correta de segurar a criança ou mesmo pela falsa impressão que se pode ‘quebrar’ um recém nascido ao carregá-lo. Vencer este medo é importante para não desperdiçar uma importante oportunidade de demonstrar carinho pelo seu filho desde seus primeiros momentos de vida.

Você já teve vontade de beijar o pezinho do seu filho, ou apertá-lo como um ursinho de pelúcia sentindo sua face encostada na dele? Pois faça. Seu filho certamente reagirá positivamente a este carinho. Não há nada ridículo em demonstrar amor, não importa qual a fase de nossas vidas.

Com o desenvolvimento da criança dois momentos são muito especiais para que ela perceba que é amada, o primeiro é o beijo e o abraço ao se despedir e ao ser recebido pelo pai ou pela mãe antes e após a escola. Esta recepção demonstra que a escola não significa um afastamento nem uma perda de espaço em casa, mas sim uma fase natural no desenvolvimento de toda criança.

O segundo momento é a benção que o pai e a mãe devem dar para a criança antes de ir dormir. Este costume vem sendo esquecido e encarado como algo ultrapassado, mas além de ser uma prescrição bíblica vai ensinando a criança que nós pais somos o canal de Deus para ela e que existe um Deus acima do pai e da mãe e que Ele é que nos abençoa a todos. Como é bonito ouvir: ‘A benção pai.’ ‘Deus te abençoe, meu filho.’

Fonte: soucatolico

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.