Cada um de nós, tem um banco. O que fazer?

Imagine que exista um banco, que a cada manhã é creditado em sua conta, a soma de 86.400. Nesta conta o saldo não é acumulado. E a cada noite apaga qualquer quantidade
existente que não usaste durante o dia. Que farías? Retirar até o último centavo?! Cada um de nós, tem esse banco. Seu nome é tempo. A cada manhã, este banco te credita 86.400 segundos. Cada noite, este banco apaga, e dá como perdido, qualquer quantidade desse crédito que não tiveres investido num bom propósito.

Este banco não acumula saldos, nem permite sobregiros. A cada dia abre para você uma nova conta. Cada noite elimina os saldos do dia. Se não usas teus depósitos do dia, tudo é perdido. Não se pode andar para trás. Não existem os giros. Deves viver no presente com os depósitos de hoje.

Consegue o máximo no dia. Para entender o valor de um ano, pergunte a algum estudante que perdeu um ano de estudos. Para entender o valor de um mês, pergunte a uma mãe que deu a luz a um bêbê prematuro. Para entender o valor de uma semana, pergunte a um editor de um períodico. Para entender o valor de um minuto, pergunte a uma pessoa que perdeu o trem. Para entender o valor de um segundo, pergunte a uma pessoa que ganhou uma medalha nas olimpíadas.

Dê valor a cada momento da sua vida!!! O hoje é uma dádiva. Por isso é que se chama presente!!!!

Fonte: ACI

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.