Avançar para águas mais profundas

Depois que a pesca terminou, os pescadores desceram dos barcos e começaram a lavar as redes. Jesus subiu no barco de Simão e, dali, ensinava às multidões. Quando acabou de falar, lhe ordenou: Avança mais para o fundo, e ali lançai vossas redes para a pesca (Lc 5,4).

O problema é que haviam pescado a noite inteira. De que adiantaria, pois, fazer uma nova tentativa? Simão, então, observou: Mestre, trabalhamos a noite inteira e não pegamos nada. Mas, pela tua palavra, lançarei as redes (Lc 5,5). O resultado de sua obediência foi surpreendente: pegaram tamanha quantidade de peixes que as redes se rompiam (v. 6). O resultado de sua obediência surpreendente: pegaram tamanha quantidade de peixes que as redes se rompiam (v. 6). Precisaram chamar os colegas que estavam em outro barco, para ajudá-los a levar os peixes para a terra.

Para o apóstolo deste novo século e milênio, avançar para águas mais profundas poderá significar muita coisa. Mas não significará, particularmente, estar atento aos novos meios de comunicação social? Afinal, temos nas mãos uma excelente proposta a de Jesus Cristo.

O desafio que se coloca, é: como apresentá-la? De que maneira torná-la conhecida? A Internet aí está, à disposição de multidões. Ignorá-la em nossos trabalhos apostólicos seria um grave erro. Utilizá-la, com a convicção de Simão Pedro (Pela tua palavra, lançarei as redes), nos dará a alegria de testemunhar resultados surpreendentes. Você é convidado a avançar para águas mais profundas!

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.