Aridez: Momento de graça e conversão

” Por isso, eis que vou eu mesmo, seduzi-la, conduzi-la ao deserto e falar-lhe ao coração.” (Os 2,16).

Sem dúvida , os momentos em que o Senhor realiza mais maravilhas em nós, são os momentos de aridez e sofrimento.

O Senhor, na sua imensa sabedoria, faz com que mergulhemos no nosso coração e nas nossas misérias e nos encontremos com aquilo que somos e com Aquele que É.

Já dizia Santa Teresa de Jesus: “O Senhor prova com aridez e tentações aqueles que o amam.” e continua : ”

Ainda que a aridez leve toda a vida, não deixe a alma a oração; tempo virá em que tudo será bem pago!”

Deus não quer filhos medíocres, que não crescem, que ficam andando em círculos sem saber, filhos que “patinam no Espírito Santo”, filhos mal educados.

É muito fácil cair no pecado quando não existem obstáculos, ou, quando temos máscaras para nós mesmos! Deus quer filhos que vivam à sua imagem e semelhança, quer filhos que sigam fielmente os passos de Jesus, sem medo. E isso leva a vida toda… Assim como Jesus foi tentado, perseguido, nós também seremos. Não porque Deus é mau; muito pelo contrário, porque Ele é muito bom e sabe do que nós precisamos! Não é o servo maior que o seu Senhor…

Nesses momentos de aridez e sofrimento, somos pegos de surpresa e convidados não apenas à oração, mas à violência. Conversão é violência! Somos convidados a renunciar a nossa vontade e a rasgar o nosso coração.

Convidados a renunciar a nossa vontade que tantas vezes nos momentos felizes não renunciamos, e fazer a vontade de Deus: Rezar quando não temos vontade; viver os sacramentos: a Missa, quando não temos vontade sequer de sair de casa; o Sacramento da Reconciliação, quando para nós pode ser difícil chegar a um sacerdote, porque nos é doloroso muitas vezes reconhecer que somos humanos, por vergonha, por preguiça – podemos cair na tentação de ir ” adiando” a reconciliação, que não façamos isso!!! …

Somos convidados a quebrar as barreiras do orgulho. Somos pegos de surpresa por um irmão que precisa de amor, logo quando nós nos sentimos tão frágeis! E naquilo que você sabe, na sua intimidade com Deus, que é tão difícil fazer às vezes, mas que é preciso mudar…para crescer na graça e no amor! O Senhor molda e amadurece!

Se você está num momento de aridez, entre tantos na sua vida, se você passa por provações, se você é muito tentado pelo inimigo, louve a Deus! Isso acontece com aqueles que o Senhor ama! Ele não permite nada além dos teus limites. Não perca esta oportunidade de conversão!

Não te esqueça: Mesmo na tempestade, o Senhor está no teu barquinho e quando Ele achar oportuno dirá ao vento e às águas: ” Pare!” e tudo se acalmará! ( Lc 8, 22-25)

Coragem, irmão!
Coragem, irmã!

É preciso nascer de novo no amor de Deus!

Fonte: opescador

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.