Amar a Deus...

Jesus nos diz:
‘Eu sou o Caminho a Verdade e a Vida’ (Jo 14,6a).

Caminho que, mesmo sem sabermos como terminará, dá-nos a certeza de que no fim dele, passando por todas as dificuldades, buracos, paisagens lindas e reconfortantes e outras sem qualquer atrativo, nos permitirá viver uma indizível alegria, que só será sentida em sua plenitude, quando dermos o primeiro passo.

Isso se dando, nos deparamos com a Verdade.
Verdade pura de nós mesmos, que nos desmascara para a realidade única e essencial para toda a nossa vida. Deus é o nosso único sustento!

Por mais que lutemos contra essa verdade, não precisamos ir longe, para as respostas às nossas indagações a respeito de Deus, porque mesmo aos mais desatentos Ele concede o “ar da Sua graça”, seja numa manhã que desponta fugurosa com seus raios de sol a clarear a terra, ou mesmo na chuva que vem dar a sua contribuição para germinar a vida que está ao nosso derredor.

E se isso não bastar, se os pássaros com o seu cantar não trazem a certeza dessa realidade, basta somente e tão somente, num sorriso de uma criança, num afago de mãe, num terno abraço de pai…
Ver-se frente-a-frente com aquilo que Deus é: Amor…!

Portanto, quem não ama não pode ver a Deus.
“Deus é amor; quem permanece no amor, permanece em Deus, e Deus permanece nele” (1Jo 4, 16b).

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.