Acolher a visita de Deus

O que fazemos quando esperamos uma visita?
Primeiramente, limpamos e arrumamos a casa, deixamos tudo organizado com um ambiente agradável para acolhermos, assim, a visita que estamos aguardando. Quando a visita chega, tudo se dá conforme planejamos.

E quando recebemos uma visita inesperada?
De repente, toca a campainha e, para a nossa surpresa, nos deparamos com aquela visita que não esperávamos; naquele dia, naquela hora, naquele momento… e por não estarmos esperando, logo não nos preparamos e nos surpreendemos. A casa não está tão arrumada, tão organizada, porém não podemos apenas fechar a porta e mandarmos a visita embora.

Assim, muitas vezes, Deus faz conosco, nos visita e nos surpreende. Muitas vezes, essa visita vem através de uma notícia não muito agradável, através de um sofrimento, de uma dor e quase sempre a casa – que somos nós – não esperava tal visita, não está arrumada ou organizada para tal recepção. E aí ficamos sem saber o que fazer, para onde ir.

O que fazer ao recebermos essa visita de Deus?
Temos duas opções: A primeira se refere à não aceitação, a nos revoltarmos, brigarmos com Deus e a não acolhermos essa visita, permanecendo no sofrimento, na dor. Com essa decisão, atamos as mãos de Deus, nos fechamos em nós mesmos, olhamos somente para nós e os nossos problemas e desviamos o olhar de um Deus que tudo pode e que tem o controle de todas as coisas, e permanecemos no sofrimento.

A segunda opção se refere a, mesmo sem esperarmos, acolhermos e, mesmo em meio à dor, ao sofrimento, termos um coração aberto, capaz de se submeter a essa visita que, nada mais é que a vontade de Deus se realizando em nossa vida, momento a momento.

Ter um coração aberto à vontade de Deus, um coração submisso e acolhedor, nos permite viver bem cada momento, independente dos nossos sentimentos, tudo depende da nossa decisão.

Quando decidimos nos submeter, por mais dolorido que seja, estamos acolhendo o próprio Deus e dando a Ele, oportunidade de se fazer Senhor da nossa vida, Senhor das situações que humanamente não temos como, não sabemos e nem podemos resolver. Acolher essa visita significa dar abertura para a ação de Deus em nós, em nossa vida e em cada situação que essa visita nos proporciona.

O segredo, está em submeter-se! E submeter-se com alegria! Um coração alegre, exorciza o mal.

“Quando uma alma aprende a cumprir a vontade de Deus, torna-se senhora do coração do próprio Deus, porque o Senhor não sabe dizer “não”, aos que lhe dizem “sim””. (Beata Jacinta Marto)

Acolher a visita de Deus sem questionar, apenas submetendo-se, com alegria, garante a posse do coração do próprio Deus.

Deixo para você a decisão. Diante das visitas que Deus tem lhe feito, o que fazer? Deus o abençoe!

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.