Acertando nas nossas decisões!

Vivemos momentos nos quais se faz necessário assumir uma maior responsabilidade, quando formos tomar decisões que refletirão ao longo de nossos dias.

Enquanto ainda éramos crianças, a grande maioria das decisões vinha por meio de nossos pais que, conhecendo o que seria melhor para nós, assumiam tal compromisso em nosso lugar. Podemos lembrar que, muitas de suas decisões não nos agradavam, pois em nossa visão limitada, a partir do “nosso” mundo, não conseguíamos vislumbrar o que para eles era claro.

Muitas vezes, sem a nossa opinião, fomos matriculados em escolas, no catecismo, depois no Crisma, sendo talvez até mesmo obrigados a cursar o período pré-estabelecido por eles.

Com o passar dos anos, fomos percebendo que todo aquele esforço era necessário para que tivéssemos hoje, uma condição melhor de vida enquanto ser humano.

Embora, na época, não compreendêssemos muitas decisões de nossos pais, que poderiam parecer, em um primeiro momento, uma obrigação a ser cumprida, na qualidade de filhos ainda dependentes seus, assumíamos viver suas decisões.

Agora que já somos pessoas adultas, precisamos tomar nossas próprias decisões acertadas, mas nem sempre conseguimos obtê-las com sucesso. Através de nossas retrospectivas de vida, percebemos que, em vários momentos, tomamos decisões precipitadas cujo resultado podemos ainda estar vivendo, inclusive, muitas vezes, chegamos a desejar que o tempo voltasse, se assim fosse possível.

Se na sabedoria limitada de nossos pais, enquanto vivíamos sob suas decisões, hoje reconhecemos ter acertado no cumprimento de suas ordens, quanto mais será nossa alegria, se nos submetermos à vontade Daquele que, desde a origem do mundo já nos amava!

“Feliz é aquele que não se condena a si mesmo no ato que se decide” (Romanos 14,22)

Deus abençoe a sua casa!


Dado Moura

Dado Moura trabalha atualmente na  Editora Canção Nova, autor de 4 livros, todos direcionados a boa vivência em nossos relacionamentos. Outros temas do autor estão disponíveis em www.meurelacionamento.net twitter: @dadomoura facebook: www.facebook.com/reflexoes

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.