Abandonar-se

No ano passado, passei por uma forte crise existencial. Eu não me sentia amado, me perturbava com tudo, sofria muito, pois estava perdendo a visão; me sentia sozinho.

Como eu sentia falta de uma palavra de consolo, de ouvir aquilo que realmente eu precisava ouvir! Com o passar dos tempos eu ia piorando, o sentimento de estar sozinho ia crescendo, parecia que eu tinha um vazio em minha cabeça, não acreditava mais nas pessoas, minha vida era chorar.

Testemunho que, em todos estes momentos, eu lutava muito. Lembro-me bem, que apesar de tudo, eu rezava o terço, me entregava ao Senhor, porém eu não me decidia por Ele; na realidade, eu não estava me entregando por completo a Ele, porque eu queria ser amado pelas pessoas e isso ia sufocando o amor de Deus em mim. Sem querer, eu estava “barrando” o amor tão doce de Jesus por mim.

O ponto alto de meu sofrimento foi quando eu descobri que tinha perdido as chances de voltar a enxergar. Neste momento percebi que eu tinha de fazer uma escolha e, que esta escolha tinha de ser total, sem reservas. Decidi por me abandonar nas mãos de Jesus…

Hoje, declaro minha felicidade por ser de Jesus, descubro a cada momento que devo me abandonar, e, abandonar significa renunciar! Apesar de eu novamente estar passando por dificuldades em outro olho, entendo que devo permanecer calmo nas mãos de Jesus e permitir que Ele me ame!

Testemunho que amo minha família, meus amigos e, que nem mesmo meus sofrimentos me ausentam de estar ao lado deles, sendo irmão deles em todos os momentos. Percebi que devo amá-los com o amor de Jesus, amor rico em misericórdia!

Enfim, escolhi estar sempre abandonado em Jesus!

“E mesmo quando a visão se turva e o coração só chora, mas, na alma há certeza de vitória!”

Com carinho,

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.